Mapa do metaverso NFT Sandbox - Imagem: reprodução

O HSBC passa a ser investidor de NFTs com a entrada no metaverso The Sandbox, que também é um game blockchain. Os NFTs (tokens não-fungíveis) são itens únicos digitais autenticados em blockchain. The Sandbox é também um game blockchain, com criptomoeda própria.

O HSBC tem mostrado interesse por blockchain diversas vezes, inicialmente investiu na empresa blockchain R3 em 2017. Utilizou ainda blockchain para comércio e câmbio de moedas, títulos em blockchain, KYC (Know Your Costumer – informações identificadoras do consumidor), moedas digitais com lastro em banco e, mais recentemente, investiu na startup blockchain ConsenSys.

Além do HSBC, JP Morgan investe no metaverso

Com origem em Hong Kong, o HSBC é um parceiro natural para o The Sandbox, também de Hong Kong e uma subsidiária da empresa de blockchain games famosa Animoca Brands. No entanto, o Ledger Insights informa que outros bancos têm interesse em metaversos. A subsidiária do Siam Commercial Bank, SCB 10X, também adquiriu um terreno virtual. O primeiro a investir foi o JP Morgan, que adquiriu uma propriedade no Decentraland.

“Com a nossa parceria com The Sandbox, estamos entrando no metaverso, nos permitindo criar experiências inovadoras de marca para nossos novos e antigos consumidores”, afirmou Suresh Balaji, CMO do HSBC Asia-Pacífico.

O token do Sandbox está avaliado (em alocação total) em US$ 3,3 bilhões e arrecadou US$ 93 milhões de investimentos em 2021. Entre as empresas que fecharam negócios com a plataforma estão Warner Music, Adidas e a Ubisoft.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.