O conceito de “gêmeo digital” é adotado por diversas indústrias para replicar e testar uma série de aplicações antes que elas cheguem ao mundo real. A Nvidia, com a promessa de uma computação de vanguarda chamada Million-X, quer criar uma versão digital da Terra para ser usada como modelo climático do planeta. Não é simples!

Nvidia planeja criar “gêmeo digital” da Terra para modelagem climática

Imagem: reprodução / YouTube

A tal computação acelerada, como classifica a Nvidia, envolve o uso de hardware especializado para permitir que os processadores paralelos, em vez dos seriais, acelerem o tempo de trabalho. A empresa já conseguiu demonstrar velocidade de processamento serem aceleradas mais de 1.000 vezes.

Em outras palavras, essa computação acelerada permite coisas incríveis, como, por exemplo, usar o aprendizado profundo para aumentar drasticamente a velocidade da química quântica. O resultado disso, seria a produção de medicamentos muito mais rápido do que nunca.

Bom, mas a Nvidia quer usar a computação Million-X para construir uma segunda Terra; digital. A proposta é que o projeto permita a modelagem de mudanças climáticas em nível mais regional. Prever como nosso planeta pode mudar pode ser uma vantagem para saber ou que fazer ou, na pior das hipóteses, a premonição de algo “sem volta”. Para se ter uma ideia do potencial da tecnologia, a cada 0,25 segundo é possível prever com precisão as condições climáticas dos próximos 7 dias.

Nvidia planeja criar “gêmeo digital” da Terra para modelagem climática

Imagem: reprodução / YouTube

As simulações vão além: é possível recriar com precisão fábricas e até cidades usando a tecnologia de computação acelerada. A execução de simulações de alta tecnologia em ambientes digitais certamente ajudará a aumentar a eficiência e a segurança em muitos casos.

Nvidia planeja criar “gêmeo digital” da Terra para modelagem climática

Imagem: reprodução / YouTube

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *