Imagem: Cláudio Luiz Castro/Unsplash

A Nintendo é a mais nova gigante da indústria gamer a adotar sanções contra a Rússia. Em virtude do conflito entre o país e a Ucrânia, a Big N anunciou a suspensão do envio de produtos ao território russo durante o “futuro próximo”.

Como resultado, consoles, acessórios, jogos e outros produtos físicos da companhia devem ficar longe do país euroasiático por tempo indeterminado.

“Isso se deve à considerável volatilidade em torno da logística de envio e distribuição de mercadorias físicas”, disse Nintendo ao portal gringo Eurogamer.

A medida acompanha a última sanção executada pela Big N que, desde o último fim de semana, já havia suspendido as vendas em sua loja online (eShop) no território. Inclusive, um comunicado foi divulgado para explicar a ação aos usuários russos.

“Devido ao fato de o serviço de pagamento usado na Nintendo eShop ter suspendido o processamento de pagamentos em rublos, a Nintendo eShop na Rússia está temporariamente em modo de manutenção. Pedimos desculpas por qualquer inconveniente causado. Compartilharemos atualizações à medida que a situação se desenvolver”, diz o informe.

eShop da Nintendo na Rússia

Imagem: Reprodução/eShop

Nintendo acompanha outras gigantes

Vale frisar que a Big N é apenas mais uma companhia gamer a anunciar medidas contra a Rússia. A Sony já interrompeu vendas de softwares e hardwares do PlayStation no território, enquanto a Microsoft suspendeu todas as vendas no país.

Desenvolvedoras como Ubisoft, Take-Two, CD Projekt Red, EA, Activision Blizzard e Epic Games também pararam de comercializar seus jogos por lá e, por ora, é incerto quando (ou se) as relações comerciais serão “normalizadas”.

Via: Engadget

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.