Imagem: Luca Sammarco/Pexels

Agora é oficial: a Netflix vai adicionar um plano de assinatura mais barato e com exibição de anúncios. A confirmação veio do próprio coCEO da plataforma de streaming, Ted Sarandos, que comentou sobre a medida durante o festival de publicidade Cannes Lions, ocorrido na última quinta-feira (23).

“Deixamos um grande segmento de clientes fora da mesa, que são pessoas que dizem: ‘Ei, a Netflix é muito cara para mim e não me importo com anúncios’”, explicou Sarandos, complementando que a empresa está adicionando um nível de assinaturas suportado por propagandas.

O executivo deixou claro que o movimento é o lançamento de uma camada de anúncios, não que as propagandas estão chegando à plataforma de streaming. Em outras palavras, os ads serão introduzidos apenas no futuro plano mais básico e não devem aparecer nos demais pacotes.

Sarandos confirmou ainda que a empresa está negociando com “potenciais parceiros de vendas de anúncios”. Há especulações de que o plano mais barato com anúncios chegue ainda em 2022, mas nenhuma data oficial foi divulgada.

Netflix

Imagem: freestocks/Unsplash

Netflix em busca de recuperar espaço no mercado

O anúncio sobre o lançamento do plano vem à tona pouco tempo depois da Netflix reportar uma perda global de 200 mil assinantes durante o primeiro trimestre do ano. Aliás a expectativa é de que esse número chegue a 2 milhões ao fim do segundo trimestre.

Por mais que a plataforma tenha afirmado anteriormente que comerciais nunca chegariam ao serviço, os prejuízos recentes certamente alteraram essa ideia. O objetivo agora parece estar traçado: atrair novos clientes e evitar a saída de assinantes mais veteranos.

É incerto se apenas o plano com ads e o fim do compartilhamento de contas serão suficientes para isso. Mas ao menos no discurso, Ted Sarandos demonstrou confiança de que a empresa sairá dessa situação e apontou que a Netflix ainda tem “muito espaço para crescer”.

Via: The Hollywood Reporter

Comentários

2

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Francisco Rodrigues Soares Neto
    24 de junho de 2022 - 16:44

    Perdeu e vai perder assinantes pois caiu a qualidade, muitos filmes coreanos e de estúdios fracos, perdeu a Marvel entre outros, sem contar o preço que dobrou .

  • Talita mello
    24 de junho de 2022 - 14:29

    Qual o interesse de ter uma programação paga?
    Várias uma delas é não ver anúncios
    São de uma tremenda cara de pau as pessoa de baixo poder aquisitivo e que vão financiar a Netflix