Imagem: Alexander Shatov/Unsplash

A Netflix tem enfrentado uma onda de cancelamentos de assinaturas nos últimos meses que tem preocupado a empresa. Para tentar minimizar isso, o streaming começou uma rodada de demissões. Desta vez, a companhia demitiu 300 pessoas.

A decisão atual é a “continuação” de um movimento parecido que ocorreu em maio. Na ocasião, a Netflix demitiu cerca de 150 funcionários e dezenas de contratados. Em nota, o streaming revela que o corte afeta “muitas equipes diferentes”, principalmente dos Estados Unidos – embora funções internacionais também estejam sendo cortadas.

Netflix

Imagem: Lightspruch/shutterstock.com

“Hoje, infelizmente, demitimos cerca de 300 funcionários. Enquanto continuamos a investir significativamente no negócio, fizemos esses ajustes para que nossos custos estejam crescendo em linha com o crescimento lento da receita”, disse Bao Nguyen, porta-voz da Netflix, em comunicado ao The Verge.

Ainda segundo a empresa, ao que parece, essa é a última rodada de cortes após o relatório de ganhos do primeiro trimestre indicar desaceleração de crescimento e perda de assinantes pela primeira vez em mais de uma década.

Ainda não se sabe quais serão os planos da Netflix para o curto prazo. No entanto, alguns outros ajustes devem acontecer, principalmente porque outras plataformas têm crescido nos últimos meses.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.