Imagem: Alexander Shatov/Unsplash

Como forma de tentar impedir o compartilhamento de senhas, a Netflix começou a testar recentemente uma forma de fazer com que os usuários paguem caso estejam emprestando sua conta para pessoas que não moram na mesma residência.

Por enquanto, o streaming trouxe soluções do tipo para o Peru, Chile e Costa Rica. No entanto, ao que parece, ainda há muitas incertezas e confusões acerca de como o sistema funciona.

Mas uma coisa é fato: a Netflix está cobrando uma taxa adicional de alguns usuários para permitir que outras pessoas fora da residência possam usar a mesma conta.

Porém, o site Rest of World descobriu ao conversar com alguns assinantes da Netflix no Peru, que grande parte dos usuários não foi formalmente informada sobre a mudança nas políticas de utilização.

Além disso, o nível de aplicação variava entre os usuários. Isso porque, em alguns casos, vários assinantes conseguiram ignorar as mensagens de compartilhamento sem qualquer penalidade para a conta.

Netflix

Imagem: freestocks/Unsplash

Há ainda a confusão acerca da definição que a Netflix tem de “família” – assim como algumas pessoas podem considerar seus familiares imediatos como “parte de casa”, mesmo morando em residências diferentes.

A Netflix parece estar ciente disso e, durante conversa com uma representante anônima do suporte ao cliente do Peru, foi dito que há casos em que assinantes ligam para saber sobre a utilização da conta fora de casa.

Em um comunicado, Kumiko Hidaka, porta-voz da Netflix, disse que, desde o começo, a empresa deixou claro que “uma conta Netflix é para pessoas que moram juntas em uma única casa. Os milhões de membros que compartilham ativamente uma conta nesses países foram notificados por e-mail, mas, dada a importância dessa mudança, estamos aumentando as notificações no produto mais lentamente. Estamos satisfeitos com a resposta até o momento”.

A decisão da Netflix é um grande passo para tentar reverter o impacto financeiro da crescente perda de assinantes da plataforma. Pela primeira vez em mais de uma década, a empresa registrou queda nos ganhos.

Custos adicionais do compartilhamento de conta da Netflix

Netflix

Imagem: Shutterstock

No caso do Peru, o custo adicional para compartilhamento de conta é menor do que se inscrever como um novo usuário na plataforma. Por lá, a empresa cobra um extra de 8 soles (R$ 9,50 em conversão direta) por mês. Com esse pagamento, é possível adicionar até dois usuários que não moram na mesma casa à conta.

Via: The Verge

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.