Imagem: Divulgação/Clipchamp

O nostálgico Windows Movie Maker deve manter-se apenas no passado. Embora muitos usuários possam ter saudades do antigo editor de vídeos, a Microsoft parece ter encontrado um novo queridinho à altura para o Windows 11: a ferramenta Clipchamp.

Baseado em um aplicativo de navegador, o software é capaz fazer tudo o que um editor de vídeos básico faz, incluindo cortar, dividir a tela, ou juntar videoclipes, por exemplo. Comprado pela big tech no ano passado, ele também traz uma biblioteca extensa com transições, vídeos e músicas isentas de royalties.

RIP Movie Maker: Clipchamp será o novo editor de vídeos nativo do Windows 11

Esses podem ser apenas alguns dos motivos que fizeram a Microsoft tornar o Clipchamp o novo editor nativo do Windows 11. Vale lembrar que, desde a descontinuação do Windows Movie Maker em 2017, a Microsoft não conseguiu encontrar um software substituto que viesse instalado de fábrica.

A boa notícia é que essa história deve mudar daqui pra frente. Além dos recursos já mencionados, a Microsoft implementou um gerador de conversão de texto em fala com o Azure para narrações em 70 idiomas diferentes e integrou o software com o OneDrive.

O app acaba de ser disponibilizado na build 22572 da prévia do Windows 11. E isso significa que todos os criadores e editores que adquirirem um novo dispositivo com o sistema operacional terão mais uma alternativa (e gratuita) para realizar suas atividades.

Mais novidades chegando ao Windows 11

Além deste anúncio, a Microsoft aproveitou para revelar outras novidades que chegarão para o Windows 11. A partir de agora, o app Microsoft Family também será um software nativo, facilitando recursos do Edge e trazendo atividades de Xbox, Windows e Android.

Outras surpresas envolvem melhorias na pesquisa do sistema operacional, mudanças visuais em recursos de impressão e nos ícones de Quick Assist e Windows Sandbox, além do rebatismo do tradicional Windows Media Player para Windows Media Player Legacy.

Como de praxe, todos esses updates serão feitos de maneira gradativa e devem chegar aos usuários do Windows 11 nos próximos meses.

Via: The Verge

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.