Imagem: Laura Rivera/Unsplash

Consertar um iPhone quebrado será um processo relativamente mais simples daqui pra frente. Isso porque na última quarta-feira (27), a Apple finalmente anunciou a Self Service Repair Store: a loja para venda (e aluguéis) de peças, ferramentas e manuais para reparos domésticos do celular.

No site, será possível encontrar diversas peças (como câmera, baterias, alto-falantes) para modelos de iPhone 12, 13 e SE. Como exemplos, um kit de bateria para o 12 mini está saindo por US$ 69 (R$ 344, em conversão direta), enquanto um conjunto de display para a versão 13 tem custo de US$ 267 (R$ 1334).

Mas claro: só as peças não bastam para o conserto. Por isso, a big tech também está oferecendo kits de ferramentas — os mesmos usados pela equipa da Apple — para os reparos independentes. Quem preferir poderá alugar as ferramentas ao invés de comprá-las individualmente.

Kit de ferramentas para reparo de iPhone

Imagem: Divulgação/Apple

Os preços das peças podem não ser os mais convidativos do mundo, mas a Apple oferecerá uma parcela de reembolso aos clientes que enviarem os componentes antigos do iPhone. Ao menos os manuais de reparo serão publicados gratuitamente na página da Self Service Repair Store.

Vale ressaltar que é necessário conhecimento técnico para os consertos. A big tech também disse que lançará um serviço para reparos independentes de Macs até o fim de 2022.

Quando a loja para reparos de iPhone chega ao Brasil?

O anúncio deve ser bem recebido pela comunidade, já que (finalmente) concretiza a ideia da Apple de disponibilizar peças, ferramentas e orientações para consertos domésticos de iPhone — até então limitados a serviços de Apple Store ou Centros de Serviço Autorizado Apple (AASPs).

Mas é aí que vem o balde de água fria: infelizmente, o serviço está disponível somente para consumidores dos Estados Unidos — ao menos por ora. A marca não citou se pretende expandir o programa para outras regiões (como o Brasil) e não existe previsão caso isso aconteça.

A notícia é boa de modo geral, mas boa mesmo para os “iPhoners” americanos.

Via: 9to5Mac

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.