Ao que parece, a série “Round 6“, também conhecida como “Squid Game”, deve ganhar uma sequência. Embora o criador da obra, Hwang Dong-hyuk, venha se esquivando sobre os questionamentos, ele admitiu que possui alguns planos em mente e que deve falar com a Netflix para uma possível continuação.

“Claro que há conversa [para uma sequência]. Isso é inevitável porque tem sido um grande sucesso. Estou pensando nisso. Tenho uma imagem de alto nível em minha mente, mas não vou trabalhar nela imediatamente. Há um filme que realmente quero fazer. Estou pensando em qual fazer primeiro. Vou falar com a Netflix”, contou o criador ao The Guardian.

Ainda durante a conversa, Dong-hyuk revelou que a série, por ora, não foi capaz de deixá-lo rico. Embora “Round 6” tenha se tornado o maior lançamento da história da plataforma de streaming, o contrato dele com a Netflix não mencionava bônus caso a obra se tornasse um sucesso.

“É possível que eu tenha que fazer a segunda temporada para me tornar tão rico quanto o vencedor do Squid Game”, brincou o criador ao jornal britânico, dando a entender que uma segunda temporada pode estar a caminho.

Sequência de “Round 6”: bom ou ruim?

É certo que uma continuação da série certamente causaria alegria em todo o mundo. Isto é, se a produção de alto nível for mantida. É quase como uma faca de dois gumes: uma sequência bem feita poderia elevar o patamar da obra — e finalmente deixar Dong-hyuk rico —, enquanto um fracasso faria com que “Round 6” caísse no esquecimento.

Nem todo grande sucesso precisa de uma segunda temporada. Detentora de 11 premiações do Emmys deste ano, “O Gambito da Rainha”, por exemplo, não terá uma continuidade, uma vez que os diretores acreditam que não há mais história para contar.

Logo, há um certo temor de que uma sequência não tão boa como a primeira temporada faça com que a série siga os mesmos passos de “True Detective” ou “Big Little Lies”, que perderam o prestígio alcançado na temporada de estreia após continuações contestadas.

O velho ditado “Em time que está ganhando não se mexe” pode motivar a deixar as coisas como estão. Mas claro que isso não é tão fácil quando uma obra se torna um sucesso, visualizada por mais de 142 milhões de famílias ao redor do mundo em pouco mais de um mês.

Fonte: TechRadar

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *