Imagem: Shutterstock

As contas Gov.br, necessárias para acessar os serviços do governo brasileiro, aumentam cada vez mais entre a população. As contas têm os níveis bronze, prata e ouro, sendo que o último nível requer o registro de biometria facial. É o nível ouro que triplicou em um ano, de acordo com a secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia.

As contas ouro foram de 4,5 milhões para 15 milhões de fevereiro de 2021 a 2022. O nível prata dobrou, praticamente, de 5,5 milhões para 11,8 milhões. O número total de contas ouro e prata passou de 10 milhões para 26,8 milhões em um ano.

O primeiro nível das contas Gov.br, o registro mais simples bronze, subiu de 72,9 milhões para 99,2 milhões. Ao integrar as senhas bancárias à plataforma, o usuário atinge o nível prata. Para ser outro é necessário ter a biometria facial registrada no aplicativo MeuGov.br.

Tela de bloqueio do Android - Biometria facial

Tela de bloqueio do Android – Biometria facial

Contas Gov.br são gratuitas e nível mais alto exige cadastro de biometria

Os serviços no portal Gov.br são gratuitos e há um site que explica a diferença entre os níveis de conta e como obter o nível ouro.

O motivo para o crescimento das contas prata e ouro é a exigência cada vez maior de dados de identificação nos serviços governamentais, de acordo com o Convergência Digital. A plataforma Gov.br conta com 126 milhões de usuários cadastrados, com 245 milhões de acessos à plataforma em fevereiro de 2022, sendo 17 milhões pelo aplicativo Gov.br.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.