Imagem: reprodução/Apple

No início dessa semana, a Apple atingiu a marca de empresa mais valiosa do mercado atualmente, com um valor de US$ 3 trilhões. Como era esperado, todos que investem na companhia também saíram ganhando algum quinhão dessa lucratividade, mas Tim Cook, em especial, conseguiu se sobressair.

O pacote de remuneração do CEO da Maçã também aumentou consideravelmente em 2021. Nesta quinta-feira (6), a Apple divulgou um documento que mostra o balanço da empresa e consequentemente o quanto Cook fez durante o ano: a marca desses ganhos chegou aos US$ 98,7 milhões.

Dez anos de Tim Cook

O salário base do executivo, na verdade, é um pouco menor (mas não menos valioso) do que esse total, tendo chegado aos US$ 3 milhões.

Somada à conta estão outros fatores como mais de US$ 12 milhões em incentivos e outros US$ 82 milhões em prêmios provenientes de ações.

Fora isso também há valores que são considerados para cobrir itens como segurança e voos privados. Vale lembrar que esse último item é tratado como essencial, porque desde 2017 a Apple não permite que o seu CEO pegue voos comerciais — afinal, ele é praticamente um ativo raro da empresa que pode andar livremente por aí.

Se comparado ao salário de um funcionário médio da empresa, a proporção é de 1.447 para 1.

Em 2021, Cook completou 1o anos à frente da operação da Apple, tendo também passado pelos cargos de COO e vice-presidente sênior de operações na internet.

Via: The Verge

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.