O ano mal começou e já está rendendo um bom presságio para a Apple, que atingiu a marca de US$ 3 trilhões em valor de mercado nesta primeira segunda-feira de 2022.

A empresa de Cupertino não só alcançou um marco histórico para a própria marca, mas também para os Estados Unidos, se tornando a primeira companhia do país de capital aberto a realizar tal feito.

Apesar do marco, o valor durou pouco: na tarde de hoje (3), as ações da companhia chegaram aos US$ 182,88, alguns centavos acima dos US$ 182,86 necessários para que a Apple atingisse o patamar dos US$ 3 trilhões e, minutos depois, caíram para os US$ 182,50. Até o fechamento desta notícia, o valor dos papéis era de US$ 182,01.

A empresa, vale destacar, mantém o preço dos papéis acima dos US$ 182 há algum tempo e já no final do ano passado era esperado que ela conquistasse o marco.

Apesar do valor ter oscilado durante o dia e os US$ 3 trilhões terem durado pouco tempo, não deve demorar muito para que o feito se torne mais permanente dado o histórico da empresa, que alcançou a marca de US$ 1 trilhão em valor de mercado no final de 2018 e, dois anos depois, bateu os US$ 2 trilhões.

Apostas da Apple

Um dos motivos que contribuíram consideravelmente para o aumento no valor de mercado da empresa foi devido às apostas de analistas com relação aos novos modelos de produtos da empresa, incluindo o iPhone 13, apresentados em setembro.

Em 2021, a Apple apresentou crescimento anual em todas as categorias de produtos, tendo encerrado o quatro trimestre fiscal com aumento de 29% na receita ano sobre ano, ou um total de US$ 83,4 bilhões.

No final do ano, as vendas de acessórios também se mostraram bastante lucrativas para a empresa, que registrou a venda de 27 milhões da nova versão dos AirPods. Além disso, os negócios da empresa voltados para serviços também têm trazidos bons frutos, com crescimento de 25% ano sobre ano e receita acima dos US$ 18 bilhões durante o trimestre.

Fora isso, também há uma vibe positiva com relação a novos mercados que a empresa pode explorar em um futuro próximo, como metaverso e carros autônomos.

Via: CNBC

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *