Em dezembro do ano passado, uma oferta do PayPal ofereceu um cupom de R$ 50 para diversos usuários. Pouco tempo depois, a empresa retirou a oferta alegando um erro – além de que algumas pessoas estavam abusando do que foi oferecido e criando diversas contas para obter vantagem.

A empresa então foi notificada pelo Procon-SP e teve de prestar esclarecimentos sobre o motivo de ter retirado a oferta. O PayPal disse então que uma “lacuna sistêmica” foi a causa disso e que a companhia precisou realizar investigações para entender o acontecido.

Mas, ao que parece, essa justificativa não agradou o Procon-SP que, mesmo com um motivo para o acontecido, não comprovou a utilização dos cupons pelos clientes elegíveis. Com isso, caso seja decidido pelo órgão paulista, a empresa pode ser multada em mais de R$ 11 milhões.

A justificativa do Procon é que o PayPal, quando descobriu o problema, deveria ter informado seus usuários da questão e não retirado o benefício sem qualquer explicação. Mesmo que tenham devolvido para algumas pessoas depois, segundo o Procon, a prática foi uma conduta inapropriada do PayPal.

Por conta disso, agora, a equipe de fiscalização do Procon-SP será acionada para investigar o caso e definir se a empresa receberá a multa milionária.

Via: Tecnoblog

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *