A Nvidia anunciou o lançamento de estações de jogos RTX 3080 dedicadas com baixa latência na nuvem. A novidade deve chegar no fim de 2021 como uma alternativa para os assinantes do GeForce Now.

A empresa descreve a iniciativa como o “supercomputador de jogos mais poderoso já construído”, com capacidade para transmitir jogos de PC da Steam e da Epic Games para aparelhos Windows, macOS, iOS, Android e Android TV.

A Nvidia promete baixa latência para as estações com RTX 3080 dedicadas, com desempenho que deve superar a maioria dos consoles de jogos – e até seus concorrentes diretos, o Google Stadia e o xCloud, da Microsoft.

As opções com a RTX 3080 serão oferecidas aos chamados fundadores e membros prioritários do GeForce Now nos Estados Unidos e na Europa em pacotes de seis meses. Para os EUA, o upgrade deve chegar em novembro, para a Europa, o lançamento ocorre um mês depois.

Promessas da Nvidia

GeForce Now

Imagem: Shutterstock

Como citado, a Nvidia promete baixa latência em jogos via nuvem com o novo plano. Em um exemplo, a empresa afirma que “Destiny 2” pode ser rodado a 120 fps com menos de 60ms de latência.

Em outros casos, como de games como “CS:GO” e “Apex Legends”, a latência é ainda menor – abaixo de 50ms, segundo a Nvidia. Para atingir esse número, a empresa utiliza uma tecnologia chamada Adaptive Sync.

Isso quer dizer que a implementação funciona como um driver que fica entre a CPU e a GPU para sincronizar um motor de jogo com a taxa de atualização da tela local. Com essa novidade, o gargalo deve ser reduzido, eliminando quadros perdidos e repetidos.

“O resultado é um fluxo de jogos em nuvem perfeitamente suave e síncrono, o mais suave que já vimos, bem como uma latência mais baixa. Então, realmente, acho uma ótima tecnologia para fazer parecer que você está jogando em um computador local”, afirma Phil Eisler, chefe do GeForce Now.

No entanto, vale lembrar que a latência vai depender do quão longe o jogador está dos data centers da Nvidia. Atualmente, a empresa possui 30 centros de dados em todo o mundo, cobrindo 80 países. Quatro novos serão inaugurados em breve, sendo um em Singapura, dois na Austrália e o primeiro no Brasil.

Via: The Verge

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *