Imagem: Marc PEZIN/Unsplash

A Microsoft pode estar empenhada em enterrar de vez os HDs. Segundo um novo relatório da Trendfocus, empresa focada no setor de armazenamento de dados, a big tech estaria pressionando OEMs (Fabricantes Originais de Equipamento) a substituírem os tradicionais discos rígidos por SSDs em PCs com Windows 11 até 2023.

A suposta solicitação até faz sentido. No ponto de vista de desempenho, SSDs são muito mais rápidos e responsivos para lidar com sistemas operacionais do que os HDs tradicionais. Inclusive, notebooks e computadores mais atuais geralmente dão prioridades para Solid State Drives como unidades de inicialização.

O curioso que é os requisitos de hardware do Windows 11 mencionam apenas um “dispositivo de armazenamento de 64 GB ou maior” e não citam a necessidade dos SSDs. Os componentes até são exigidos para a execução de recursos como DirectStorage e Windows Subsystem, mas o uso dessas aplicações não é obrigatória.

Requisitos Windows 11 não mencionam SSDs

Imagem: Reprodução/Microsoft

Por ora, não está claro se a Microsoft planeja alterar as especificações para o Windows 11 até o ano que vem. Ao portal gringo Tom’s Hardware, a big tech disse que “não tem nada a compartilhar sobre esse tópico no momento”.

Custo pode ser um empecilho para a transição para SSDs

Novamente, a substituição de HDs pode significar otimizações na experiência do usuário, mas deve esbarrar em um grande empecilho: o custo. Segundo John Chen, vice-presidente da Trendfocus, um HD de 1 TB pode ser substituído por um SSD de apenas 256 GB, se mantido o baixo custo.

O problema é que o espaço é considerado relativamente pequeno, uma vez que usuários também dependem da unidade para armazenar arquivos grandes como fotos, vídeos ou jogos. E considerar um Solid State Drive mais robusto elevaria o custo dos PCs, o que pode não ser interessante para OEMs.

Por falar nelas, as fabricantes estão negociando o adiamento dessa transição de HDs para SSDs em PCs Windows 11 para 2024. É incerto quais medidas a Microsoft adotaria se OEMs não cumprissem com a solicitação. Mas caso a especulação seja confirmada, muita coisa deve mudar no segmento de armazenamento de dados já no ano que vem.

Via: Tom’s Hardware

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.