Imagem: Shutterstock

Ladeira abaixo! A indústria de smartphones enfrenta sua pior queda desde o início da pandemia. Segundo relatório da Canalys, as vendas caíram 11% no primeiro trimestre de 2022. Os motivos? Baixa demanda e “condições econômicas desfavoráveis”.

Mas a maré não é das piores para todos. Apesar da queda no setor, a Samsung aumentou sua participação de 19% para 24%. O crescimento é atribuído ao lançamento de alguns celulares intermediários e ao lançamento da linha Galaxy S22.

Galaxy S22

Imagem: divulgação/Samsung

Em segundo lugar, com 18% de participação – com queda de 3% em relação ao trimestre passado – a Apple não ficou muito atrás. A procura pelo iPhone 13 ainda é consistente e o novo iPhone SE 5G, apesar da baixa demanda, é um rival de peso entre os intermediários com chipset atualizado, conectividade 5G e melhor desempenho da bateria.

iPhone SE - cores

Imagem: reprodução/Apple

Com crescimento tímido de apenas 1%, a Xiaomi manteve sua terceira posição, com 13% de participação de mercado.

Mercado de smartphones

Imagem: Canalys

O momento dos smartphones

Segundo a vice-presidente de mobilidade da Canalys, Nicole Peng, a fraca demanda contribuiu para a queda do mercado. Ainda assim, a executiva acredita que a escassez de componentes continua diminuindo por diminuir e melhorar mais cedo do que o esperado.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.