Imagem: Divulgação/Riot Games

Lançar novos campeões com uma frequência razoável tem sido uma boa estratégia para manter League of Legends relevante durante a trajetória de quase 13 anos. Mas ao que parece, há um limite para essa constante expansão e a Riot deve parar de adicionar personagens ao MOBA eventualmente.

Campeões não intuitivos: um problema em League of Legends

Pelo menos foi isso que afirmou Matt “Phroxzon” Leung-Harrison, um dos rioters responsáveis pela equipe de balanceamento do LoLzinho. Durante uma recente entrevista ao canal Broken By Concept no YouTube, o executivo confirmou que o limite de campeões no game é “definitivamente algo discutido internamente”.

“Se fizermos campeões não intuitivos, fazer mais deles é um problema porque multiplica massivamente o número de coisas que você precisa entender para jogar o jogo”, revelou Leung-Harrison, acrescentando que o fim de lançamentos de campeões virá quando a Riot não puder mais adicionar campeões intuitivos.

O desafio, no entanto, é aliar mecânicas intuitivas com novidades exclusivas. League of Legends atualmente conta com 161 campeões e, a cada novo lançamento, a Riot traz algo nunca antes visto. O problema é que essas particularidades podem dificultar o entendimento dos players.

Um dos exemplos discutidos na entrevista foi a campeã Gwen, lançada no ano passado. Sua skill W concede uma mecânica exclusiva de não tomar dano de inimigos fora da área da habilidade. Isso não só faz com que oponentes não saibam lidar muito bem com isso, como também gera dificuldades visuais.

Gwen League of Legends, campeã do MSI

Imagem: Divulgação/Riot Games

Naturalmente, campeões não intuitivos exigem ainda mais aprendizado dos jogadores, o que pode assustar, principalmente, players novatos.

Fim de lançamentos não está próximo

Mas embora o teto limite para o catálogo de campeões seja discutido, o fim de novos personagens não deve estar próximo. Leung-Harrison acredita que a Riot ainda tem “muita flexibilidade para novas criações”.

A declaração pode servir como um grande alívio — ao menos no curto prazo — para os jogadores de League of Legends.

Via: Dot Esports

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.