Imagem: Divulgação

Por mais que pareça um game simples, “Kirby and the Forgotten Land” é uma das grandes surpresas do primeiro trimestre deste ano. Isso porque o game mistura o gênero plataforma com alguns elementos que garantem liberdade para que o jogador explore o mundo de acordo com a vontade – só que menos liberdade que um game de mundo aberto.

Esse game, lançado em meio a muitos títulos de peso, consegue ter seu brilho próprio, e mantém a diversão característica do personagem – ao mesmo tempo em que desafia o jogador em alguns momentos.

Kirby and the Forgotten Land

Imagem: TecMasters

Dizer que esse é um bom jogo não é apenas suficiente. Quer saber se esse exclusivo de Nintendo Switch vale a pena? O TecMasters analisou o game e te conta todas as novidades trazidas no título.

História

Kirby and the Forgotten Land

Imagem: TecMasters

Rosa é a cor predominante no game, que conta com um personagem bastante carismático e que precisava de um título à altura de sua importância – mesmo que com uma história simples.

O título, como o nome sugere, leva Kirby para uma terra perdida que parece ter passado por um apocalipse. Em meio a ruínas de prédios e diversas outras construções, encontram-se os Waddle Dees raptados e que devem ser resgatados pelo jogador.

Kirby and the Forgotten Land

Imagem: TecMasters

Essa parece uma premissa bastante simples – e de fato é – a questão é que esse não é necessariamente o elemento principal. Mesmo assim, a história oferece momentos bastante interessantes e que mostram como o personagem pode ser minúsculo em meio à imensidão dos lugares.

Mecânicas

Uma das melhores implementações do novo Kirby é que ele conta com diversas mecânicas interessantes e que diversificam a gameplay. Os jogadores podem “sugar” inimigos e incorporar suas habilidades para progredir na história. Por conta disso, é normal que o personagem se transforme em um guerreiro de espada, um soltador de fogo ou até mesmo encarnar o “Bomberman” para soltar bombas contra os inimigos.

Kirby and the Forgotten Land

Imagem: TecMasters

Tradicionalmente, os jogos dos personagens da Nintendo contam mais ou menos com os mesmos elementos que os tornaram famosos. No entanto, aqui há uma grande novidade: a possibilidade de “engolir” grandes objetos para resolver puzzles pelos cenários. O jogador pode então pilotar carros, virar um cone de trânsito e até uma grande escada para alcançar grandes alturas.

Kirby and the Forgotten Land

Imagem: TecMasters

Essa é uma ferramenta presente em muitas fases, fazendo com que o jogador tenha de encontrar a melhor maneira de superar os níveis e descobrir todos os segredos espalhados pelo game – e que não são poucos. Por se tratar de uma ferramenta nova, essa opção de assumir a forma dos objetos é bastante inventiva e responsável por alguns dos melhores puzzles presentes no game. É necessário entender como encaixar cada formato na proposta para poder progredir.

Fases extras

Kirby and the Forgotten Land

Imagem: TecMasters

Ao navegar pelos mundos, fases extras são destravadas e os jogadores têm uma dificuldade a mais para libertar os Waddle Dees e conseguir concluir o mundo. Esses níveis oferecem puzzles bastante inventivos e que abusam das mecânicas implementadas nas fases. É a melhor forma de entender como tudo funciona – e coletar alguns recursos.

Diversão entre mundos

Mas não são apenas os puzzles que se destacam. Quando todas as fases de um mundo são completadas – ou até mesmo durante elas -, os jogadores são transportados para a cidade dos Waddle Dees. É lá que há algumas coisas interessantes – e que despertam o lado “colecionístico” dos jogadores.

Kirby and the Forgotten Land

Imagem: TecMasters

O interessante é que há uma máquina de Gacha no mundo de Kirby. Isso quer dizer que os jogadores podem gastar algumas das moedas adquiridas durante a aventura para comprar miniaturas de personagens e inimigos para uma coleção virtual. Isso é bem interessante – e viciante, já que tudo depende de sorte.

Além disso, há lojas que vendem itens consumíveis e outros itens para ajudar na aventura de Kirby, os jogadores têm à disposição uma loja que melhora as habilidades do personagem conforme se avança na história.

Kirby and the Forgotten Land

Imagem: TecMasters

Em algumas fases há pergaminhos que, quando coletados, liberam essas melhorias e fortificam as habilidades. Portanto, é sempre recomendado que os jogadores, ao pegarem algum desses itens, voltem à cidade de vejam de que forma podem melhorar as ferramentas da bola rosa.

Chefes

Kirby and the Forgotten Land

Imagem: TecMasters

Essas melhorias levam a outro ponto importante da aventura: os chefes. Esses upgrades vão ajudar principalmente nas batalhas contra esses inimigos, que, apesar de serem bastante diversificados, oferecem quase a mesma dificuldade do começo ao fim – tirando raras exceções.

Mesmo assim, o game se destaca em trazer essa variedade de formas de derrotar todos eles – e foge do padrão de jogos do Mario, por exemplo, em que alguns acertos derrotam o inimigo. Aqui, o negócio é um pouco mais difícil.

Há chefes que se tornam invulneráveis quando estão realizando algum tipo de ataque, outros criam “paredes” na frente dos ataques de Kirby e por aí vai. O legal é procurar estratégias para derrotá-los com base nas habilidades disponíveis naquele momento.

Conclusão

Kirby and the Forgotten Land

Imagem: TecMasters

Misturando elementos em 3D com mecânicas de RPG, “Kirby and The Forgotten Land” oferece uma série de desafios em meio a uma história simples, mas que funciona no contexto. Portanto, o game é um dos melhores lançados nesses primeiros meses do ano – mesmo com concorrentes de peso chegando quase que simultaneamente.

Kirby and the Forgotten Land

Imagem: TecMasters

Com cerca de 13 horas de duração – isso se você for o doido dos colecionáveis – “Kirby and the Forgotten Land” é um jogo à altura do mascote rosa da Nintendo e oferece muitas mecânicas interessantes junto de personagens carismáticos e uma boa dose de humor.

Como era de se esperar, o game é exclusivo do Nintendo Switch e já está disponível.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.