Imagem: Rawpixel

Desde julho do ano passado, a indústria de jogos da China estava praticamente congelada. Um dos principais motivos para este longo hiato são restrições de conteúdo mais rígidas para games que podem ser acessados por menores no país, além do limite de horário imposto pelo governo para jogos online.

Proibições da China podem ser benéficas

Foto: Jessica Lewis/Pexels

O recomeço na China

Finalmente, depois de tanto tempo, a National Press and Publication Association – órgão regulador cultural da China – voltou a emitir novas aprovações para que alguns jogos domésticos possam ser publicados no país. Ainda é pouco, mas já é um recomeço.

Segundo informa a Bloomberg, 45 títulos foram aprovados no início desta semana. Infelizmente, a notícia chega tarde para as 14.000 desenvolvedoras de jogos na China que precisaram cancelar o registro dos games durante esse período de congelamento.

Foto de bandeira da China

Foto: Ezreal Zhang/Unsplash

Normalmente, cerca de 1.200 licenças de jogos são concedidas anualmente no país. A diferença é que agora a cobrança por qualidade dos games é ainda maior, o que torna o mercado local altamente competitivo – entre empresas grandes e renomadas e outras pequenas competindo por essa quantidade limitada de licenças anuais.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.