No dia 30 de agosto de 2021, em uma atitude que divide opiniões, a China determinou que jovens menores de 18 anos devem ter seu tempo nos jogos online limitado a três horas diárias – uma hora por dia às sextas, sábados e domingos.

Assim, as plataformas de jogos do país precisariam encontrar uma forma de impedir que o limite fosse desrespeitado. A decisão, segundo o governo chinês, é uma ação contra a crescente preocupação com o vício em games.

Proibições da China podem ser benéficas

Foto: Jessica Lewis/Pexels

Parece que não está dando muito certo. Segundo o mecanismo de busca estatal Chinaso, que hospeda a plataforma para relatar empresas que violam as regras do governo para menores jogando videogame, houve mais de 340 relatos confirmados de jogos e plataformas no país que falharam em identificar e limitar o tempo de jogo dos menores desde 30 de setembro.

De acordo com o executivo da Chinaso Ge ​​Subiao, os relatórios envolvem 241 empresas de jogos e 63 plataformas. Ele não citou nomes de jogos ou empresas denunciadas na plataforma, mas disse que o regulador nacional de jogos trabalhou com as autoridades locais para penalizar as empresas envolvidas.

Ainda em setembro, uma empresa não identificada foi multada em cerca de US$ 1.500 por hospedar seis games em HTML5 que não restringiam o tempo de jogo dos menores.

Fonte: Protocol

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *