As coisas não estão fáceis para a Epic Games. Sem contar o recente revés na batalha judicial contra a Apple, um processo aberto contra o Google também pelo “motivo Fortnite” acaba de ser arquivado. Para piorar, a big tech de Sundar Pichai resolveu abrir um novo processo contra a desenvolvedora de games.

Para quem não se lembra, Apple e Google decidiram retirar o jogo Fortnite de suas respectivas lojas de aplicativos em agosto do ano passado, após a Epic Games implementar um sistema de pagamento próprio, com o intuito de driblar as taxas cobradas pelas gigantes de tecnologia.

Logo após o ocorrido, a desenvolvedora de games entrou com processos contra ambas as companhias, não só contestando as altas tarifas cobradas por qualquer pagamento nas plataformas, mas também alegando um suposto monopólio da App Store e Play Store.

Embora o embate contra a Apple tenha resultado em uma liminar que vai permitir aos desenvolvedores de apps incluir sistemas de pagamento próprios na App Store, a Epic Games foi condenada a pagar US$ 6 milhões à empresa de Tim Cook por violar as políticas da loja de aplicativos da maçã.

Jogo Fortnite, da Epic Games, aberto em smartphone

Motivo de polêmica, Fortnite pode render duas derrotas nos tribunais para a Epic Games. Foto: Joshua Hoehne/Unsplash

Epic Games x Google

Um processo semelhante foi aberto contra o Google, mas o caso foi arquivado nesta semana. Agora, a gigante de buscas apresentou uma contra-ação ao tribunal alegando que a desenvolvedora “violou deliberadamente” o acordo com a companhia para ter o Fortnite na Play Store — basicamente o mesmo argumento da Apple.

Na ação, o Google menciona que os usuários que baixaram Fortnite na Play Store e mantiveram o jogo instalado ainda podem usar o sistema de compra que evita a “taxa de serviço acordada contratualmente”. A big tech afirma ainda que os usuários não precisam usar o Google Play e podem optar por outras lojas de apps e canais de distribuição Android.

O processo parece uma estratégia do Google para não perder o timming dos recentes desdobramentos entre Epic Games e Apple e garantir uma decisão similar — e favorável. Mas a julgar que tanto a dona do Fortnite quanto a empresa da maçã apelaram da decisão, este novo embate judicial também deve estar longe de um desfecho.

Fonte: 9to5Google

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *