Desde que o Fortnite foi removido da App Store, a Apple e a Epic Games têm estado em uma briga, que já chegou até mesmo à justiça. Já nesta semana, a Apple passou a ser criticada por uma pessoa relacionada à Epic Games por conta de uma propaganda.

Em seu perfil do Twitter, Tim Sweeney, CEO da Epic Games, criticou a Apple por fazer um tipo de propaganda do Apple Music no iOS, o sistema do iPhone. A maior reclamação foi por conta de ser uma propaganda de um serviço próprio sem dar chance aos concorrentes de aparecer, como o Spotify e o Sound Cloud.

Apesar do tuíte acima ter ficado em evidência, outras pessoas reclamaram de mais propagandas aparecendo no iOS 15. Como mostra esta outra publicação abaixo, até mesmo na tela de notificações, usuários estão recebendo sugestões para testar outros serviços da empresa da maçã.

Apple já fez ação parecida no passado

Além da Apple, outras empresas que também recorrem a ações parecidas estão enfrentando problemas. O Google, por exemplo, recorre de uma decisão da União Europeia para poder continuar colocando aplicativos pré-instalados em aparelhos com o sistema Android. Já a Samsung está parando de exibir propagandas nos dispositivos da linha Galaxy.

Antes da propaganda vista acima, vale lembrar que a tela de “Ajustes” do iOS já foi utilizada para divulgar outros serviços da empresa. Um dos casos mais conhecidos fica por conta do iCloud, que poderia ter uma assinatura realizada para oferecer mais espaço para backups na nuvem.

As empresas não se pronunciaram em relação ao tuíte de Tim Sweeney quando procuradas pelo site Tech Crunch, que apurou o caso inicialmente.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *