Segundo fontes familiarizadas com a situação, a Epic Games está considerando lançar uma divisão de entretenimento focada em produtos de vídeo com script — como filmes ou séries de TV, por exemplo. Como resultado, o projeto pode incluir um possível filme do game Fortnite, o que já havia sido discutido anteriormente pela desenvolvedora.

Desde fevereiro de 2021, a Epic Games tem contratado diversos executivos do estúdio Lucasfilm, como Jason McGatlin (ex-produtor executivo dos filmes “Star Wars” lançados pela Disney), Lynn Bartsch e Chris Furia, o que torna o fato ainda mais plausível. O foco atual da desenvolvedora estaria voltado para recrutar novos talentos para a divisão.

Não há nenhuma menção de quando esse suposto filme do Fortnite poderia ser concretizado ou mesmo como (filme ou série) chegaria às telinhas. Mas dado o enredo complexo do game e os eventos, campanhas e trechos cada vez mais elaborados, não é difícil sonhar com uma obra do título — e nem duvidar sobre o seu sucesso.

Estratégia da Epic Games

Se as informações forem confirmadas, a medida seria uma ótima forma de a companhia manter sua expansão mesmo diante dos reveses enfrentados nas batalhas judiciais contra a Apple e Google. Vale lembrar que o Fortnite segue longe de ambas as plataformas de aplicativos, o que de certa forma limita o alcance para os usuários.

A ação também seria uma forma inteligente de crescimento da Epic enquanto a desenvolvedora se move em direção ao metaverso, expandindo seu portfólio de entretenimento para algo além de jogos.

O movimento seria parecido com os rumos tomados pela Netflix. A plataforma de streaming tem focado no desenvolvimento de jogos e deixou claro que o mercado gamer será importante para o futuro da empresa.

Já a Epic realizará este movimento na direção contrária: dos games para a indústria cinematográfica, algo que costuma ser bem recebido pelos aficionados por videogames.

Naturalmente, as informações vazadas podem levantar diversos questionamentos, sugerindo movimentos parecidos de outras plataformas de streaming e desenvolvedoras de jogos em um futuro próximo. Mas isso é algo que só o tempo poderá responder.

Fonte: The Information

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *