A Brave lançou a Brave Wallet, uma carteira de criptomoedas embarcada no navegador que permite aos usuários armazenar, gerenciar, investir e trocar tokens de seu portfólio a partir de um só lugar. Por não ser necessária uma extensão para usar o recurso, a novidade pode ser mais segura e utilizar menos processamento do computador que opções tradicionais de armazenamento.

Apesar de o serviço destacar as transações de Ethereum, a carteira será compatível com outras criptomoedas. A ideia é que a nova funcionalidade seja disponibilizada em breve e tenha compatibilidade com carteiras e Web3 DApps.

Segundo um levantamento da empresa, o número de usuários de cripto global dobrou na primeira metade de 2021, saindo de 100 milhões em janeiro para 221 milhões em junho. Estima-se que, atualmente, 13% dos americanos investem no setor, com o número crescendo de forma acelerada.

Integrações da carteira Brave

A carteira é armazenada pelo usuário e embutida no navegador seguro Web3 Brave, permitindo uma conexão direta com carteiras físicas como Trezor e Ledger. É possível ainda usar outras opções, como a MetaMask ou a antiga Crypto Wallets, da própria Brave.

NFTs

NFTs são itens únicos digitais, como objetos de jogos. (Imagem – Unsplash)

Com a carteira Brave, os investidores cripto poderão:

  • Ver gráficos em tempo real e históricos do mercado (dados fornecidos por CoinGecko)
  • Encontrar o melhor preço em uma lista de fornecedores com funcionalidade de troca embutida
  • Enviar e receber moedas e outros itens digitais
  • Comprar com fiat (moeda fiduciária) através do Wyre
  • Interagir com DApps para cada rede compatível com EVM (Ethereum Virtual Machine)
  • Gerenciar seu portfólio – com suporte a NFTs e multi-chain
  • Importar facilmente sua carteira do MetaMask e gerenciar sua própria carteira no navegador da Brave, Crypto Wallets, ou carteiras hardware como Trezor e Ledger (não é necessário o Ledger Live)
  • Enviar e receber NFTs

“A explosão de criptomoedas tem colocado aplicativos com blockchain no centro das atenções, mas como toda inovação que cresce rapidamente, esse cenário tem seus desafios. Um dos problemas da indústria de carteiras de cripto é requerer o suporte em extensões, o que conflita com a adoção DApp e pode levar a usuários perderem dinheiro com falsas extensões em golpes de phishing”, disse Brian Bondy, CTO e co-fundador da empresa.

“Nossa carteira não é embutida no navegador, removendo problemas-chave de desempenho e preocupações com segurança ao mesmo tempo que mantém as opções principais da maioria das carteiras populares. Ela oferece aos nossos 42 milhões de usuários, e todos procurando uma carteira cripto sem extensões, uma opção de alto desempenho, alta segurança e completa em funcionalidades destinada ao usuário de cripto atual”, completa

Foco em EVM – Ethereum Virtual Machine

A carteira suporta todas as chains compatíveis com EVM (como Polygon, xDai e Avalanche) e L2s, e, diferentemente de outras extensões, é construída com uma licença MPL para que desenvolvedores possam contribuir facilmente. Em comunicado, a empresa afirmou “acreditar que o ecossistema cripto deva ser de código aberto e também ser apoiado por ferramentas e carteiras com uma licença aberta”.

Mineração de criptomoedas na China

Imagem – WorldSpectrum/Pixabay

A carteira Brave é gratuita e os usuários podem ter acesso com o download do navegador ou atualizando para a versão 1.32 . Basta clicar no ícone de carteira na barra de endereços para ter acesso à ferramenta ou visitar a URL interna “brave://wallet” – sem aspas.

Em 2022, a carteira Brave irá integrar a blockchain Solana como padrão principal para suporte a DApp.

Ilustração do navegador Brave

Divulgação – Brave

A carteira Brave não tem relação com o programa Recompensas Brave, a funcionalidade opcional para recompensar usuários com Basic Attention Tokens (BAT) ao verem anúncios sem violações de privacidade. Usuários podem recuperar seus BAT do Recompensas Brave na carteira por terem acesso no navegador, mas as duas funcionalidades não tem relação direta.

O Brave atualmente tem 42 milhões de usuários ativos e 1,3 milhões de publicadores verificados. A Brave Software teve como co-fundadores Brendan Eich, criador do JavaScript, e co-fundador da Mozilla (Firefox), e Brian Bondy, anteriormente da Khan Academy e Mozilla.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *