Imagem: Divulgação/Riot Games

A Renata Glasc chegou ontem ao League of Legends e, até este momento, a comunidade ainda não manifestou muitas reclamações em relação à campeã. Apesar disso, a Riot Games parece estar precavida caso a nova suporte se mostre mais forte do que parece.

Ainda antes de Renata Glasc ser lançada, no site oficial do League of Legends, Squad5, um dos designers do League of Legends, divulgou quais nerfs podem ser aplicados para a campeã. São estes:

  • Reduzir a duração do efeito de Empréstimo para reduzir o período de tempo em que a unidade pode ser ressuscitada;
  • Diminuir o período de queima do aliado ressuscitado para que ele queime mais rápido, reduzindo as suas chance de conseguir um abate e interromper a queima;
  • Fazer com que o período para eliminações seja menos tolerante, exigindo que o aliado prestes a morrer tenha causado dano a um inimigo dentro desse período de alguns segundos, em vez de ressuscitar mediante qualquer tipo de assistência;
  • Aumentar o fortalecimento de atributos para que ela se sinta tentada a fortalecer um aliado que provavelmente permanecerá vivo em vez de um que está perto da morte.

A Riot Games admite, também, que um dos principais pontos a serem observados é a habilidade “Empréstimo (W)”, capaz de reviver um aliado. Aqui, inclusive, vale notar que o Zillean, por exemplo, é um dos campeões que pode reviver um aliado, mas apenas com a sua ultimate com um tempo de recarga maior.

Zeri foi nerfada logo após ser lançada

Apesar da Riot Games ter divulgado os planos mais específicos para Renata Glasc, a empresa está sempre de olho nas taxas de vitória que fujam muito da curva. Um caso bem recente ocorreu com a campeã Zeri, que já levou dois nerfs seguidos devido a sua performance em Summoner’s Rift.

E você, já enfrentou a nova campeã nos Campos da Justiça? O que achou dela? Deixe sua opinião na seção de comentários do TecMasters!

Fonte: Riot Games

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.