Detalhes do conjunto de câmeras do iPhone 13 Pro Max - Imagem: Apple

A notícia que ninguém esperava. Placas de vídeo, processadores e o próprio iPhone podem ficar mais caro em 2023. O motivo? A TSMC, fabricante de chips que fornece silício para empresas como Apple, AMD e Nvidia, deve aumentar seus preços (mais uma vez).

Segundo informa o Nikkei Asia, a empresa taiwanesa já teria informado seus clientes que o custo associado ao silício vai subir a partir do ano que vem. A TSMC justifica o aumento a “preocupações com a inflação, custos crescentes e seus próprios planos de expansão para ajudar a aliviar uma crise de oferta global (de semicondutores)“.

TSMC

Imagem: Shutterstock

O esperado é que o aumento fique na faixa entre 5% e 8% em 2023. Lembrando que, em 2021, a TSMC já subiu 20% os preços de seus produtos. Este, agora, seria um novo aumento.

Vai ficar tudo mais caro

Certamente, o impacto não cairá somente sobre a Apple – sem dúvida, o cliente mais valioso da TSMC. Sim, iPhone e Mac, que usam silício e chips produzidos pela gigante taiwanesa, podem ficar mais caros. Mas, além deles, as placas de vídeo da Nvidia e AMD também podem subir de preço. As duas rivais contam com a TSMC para seus chips das GPUs de próxima geração.

Chips da TSMC são usados nas placas de vídeo da AMD e Nvidia

Imagem: Shutterstock

Ainda que, recentemente, a gente tenha visto uma ligeira queda no preço geral das placas de vídeo, quando uma empresa de tecnologia é afetada pelo aumento dos custos de seus componentes, normalmente (quase sempre), quem paga a conta é o consumidor. E a gente sabe bem disso.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.