A Netflix costuma fazer o perfil “misteriosa” na hora de falar sobre o sucesso ou fracasso de suas produções, preferindo não revelar número absolutos de audiência a não ser que eles sejam extremamente positivos. Agora, no entanto, a empresa parece ter mudado a postura e deu um gostinho do que o público mais acompanha na plataforma.

Esses números foram revelados não no festivo e aberto “Tudum“, evento online que trouxe novidades sobre filmes e séries no streaming, mas sim no Code, uma conferência mais corporativa da companhia.

Por lá, Ted Sarandos, um dos CEOs e atual Diretor de Conteúdo da Netflix, mostrou alguns slides nos quais é possível conferir quão grande é o sucesso das produções mais vistas na plataforma, seja pelo número de contas que sintonizaram no título ou pelas horas de audiência somadas.

Segundo o executivo, a ideia de abrir o jogo é ser mais transparente com o mercado e os talentos da indústria. A estratégia faz sentido, já que as informações limitadas para a plataforma poderiam estar impedindo criadores talentosos de se juntarem ao serviço.

Vamos aos números da Netflix

Como dá para conferir no slide abaixo, temos a 1ª temporada de “Bridgerton” como a líder absoluta das séries, com mais de 82 milhões de contas que assistiram a ao menos 2 minutos do seriado durante seus primeiros 28 dias no streaming. “Lupin: Parte 1” fica com a 2ª posição na lista e “The Witcher” com a 3ª – ambos com 76 milhões de contas.

No caso dos filmes da Netflix, é “Resgate” que fica na ponta, tendo arrebatado 99 milhões de usuários e justificando a recém-anunciada sequência. O controverso “Bird Box”, baseado no livro de Josh Malerman, fica em 2º lugar, enquanto “Troco em Dobro”, com Mark Wahlberg, fica em 3º.

Passando para o quesito “horas assistidas”, a história muda um pouco – mas não muito. Nas séries, “Bridgerton” continua na liderança, com 625 milhões de horas reproduzidas. A 2ª e a 3ª posição, no entanto, passam para a 4ª temporada de “La Casa de Papel” (619 milhões de horas) e para “Stranger Things 3” (582 milhões de horas), respetivamente.

Na categoria filmes, “Resgate” (231 milhões de horas) e “Bird Box” (282 milhões de horas) trocam de lugar, ao passo que o estrelado – e longo – “O Irlandês”, dirigido por Martin Scorsese, fica em 3º lugar com 215 milhões de horas assistidas na Netflix.

Fonte: The Verge

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *