Na última quarta-feira (24), a EllaLink, em parceria com a Equinix, anunciou o funcionamento do primeiro sistema de cabos submarinos de alta capacidade que liga Europa e América Latina – mais precisamente, o Brasil.

Segundo a empresa, os cabos serão responsáveis por uma melhora de 50% na rede de data centers da Equinix em três países: Brasil, Espanha e Portugal. Isso foi feito graças à ligação direta permitida – já que, anteriormente, todo o tráfego passava também pela América do Norte.

“Oferecer conexões diretas entre a América Latina e a Europa com uma latência de 60ms é um divisor de águas no que se refere a latência transatlântica. Durante estes últimos meses, a EllaLink seguiu trabalhando diretamente com a Equinix para proteger conexões carrier-neutral dos nossos locais PoP nos data centers da Equinix, e agora estamos permitindo que os nossos clientes acessem diretamente os ricos ecossistemas de redes, clouds e provedores de serviços financeiros e de TI que a Equinix hospeda”, comenta Diego Matas, diretor de operações da EllaLink.

Reduzir a latência pode significar muitos ganhos para o setor, principalmente porque cada segundo conta no caso de provedores de conteúdo e empresas que usam sistemas de nuvem. A novidade é que esse é o primeiro cabo submarino a ligar diretamente o Brasil com a Europa.

Ao comentar a escolha da Equinox, a EllaLink citou a experiência da empresa no fornecimento de infraestrutura submarina.

Já a Equinox se mostrou muito feliz com a escolha e declarou que, atualmente, “mais dados do que nunca estão sendo produzidos e processados – e praticamente todos os bytes que se movem tocam um cabo submarino. Como resultado, organizações exigem acesso a redes de alta capacidade e baixa latência, capazes de conectá-las a data centers em todos os oceanos com os mais altos níveis de confiabilidade. É aí que a Equinix desempenha um papel fundamental e oferece uma enorme vantagem aos seus clientes”.

Via: Convergência Digital

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *