A TIC Domicílios é uma levantamento publicado anualmente com o objetivo de mapear o acesso à tecnologia nos domicílios urbanos e rurais do país e as suas formas de uso por indivíduos de 10 anos de idade ou mais. Nesta quinta-feira (25), a pesquisa apresentará o panorama de 2020 e mostra uma explosão de acesso à internet móvel entre as classes D e E.

A pesquisa é realizada pelo Cetic.br, organização ligada ao CGI.br (Comitê Gestor da Internet do Brasil).

Com exclusividade, o TecMasters conversou com Flávia Lefèvre Guimarães, advogada especializada em direito do consumidor, telecomunicações e direitos digitais e conselheira do CGI.br de 2006 a 2020, uma das debatedoras no lançamento da pesquisa.

Para ela, “a pandemia é a grande motivadora do aumento vertiginoso de acesso entre as classes D e E, que não tinham tanta conexão até então”.

Acesso WhatsApp

Foto: Alexander Shatov/Unsplash

Acesso à internet é diferente de WhatsApp e Facebook

“O cenário de isolamento e a necessidade de não ficar segregado motivou o acesso móvel, mas com planos limitados”, adverte a advogada. “Quando acabam os dados da franquia, o acesso continua apenas com Whatsapp e Facebook, podemos até questionar se este realmente é um acesso real à internet”, completa.

A pesquisa deve inspirar formadores de política pública a garantir o acesso à internet no Brasil. “Este é um aspecto fundamental para o desenvolvimento do país e deve-se destacar o papel da pesquisa nisso”, indica Flávia.

“O Brasil precisa superar a desigualdade digital pois isso representa que milhões de brasileiros têm um acesso precário e de baixa qualidade”, indica a especialista. “Para estimular a inclusão digital, esse aspecto deve estar no foco dos formadores de políticas públicas”.

O lançamento das pesquisas TIC Domicílios 2020, TIC Educação 2020 e TIC Kids Online Brasil 2020, e o Estudo Setorial “Educação e tecnologias digitais: desafios e estratégias para a continuidade da aprendizagem em tempos de COVID-19” será acompanhado de um debate online a partir das 10h.

Participam do debate:

* Carlos Eduardo Torre Freire (Fundação Seade)
* Flávia Lefèvre (Intervozes)
* João Marcelo Borges (FGV/DGPE)

Acesse a transmissão no YouTube. Confira e baixe gratuitamente todas as publicações do Cetic.br|NIC.br.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *