Foto: Intel

Com lançamento acontecendo possivelmente em outubro, alguns testes de versões preliminares do processador Intel Core i9-13900K começaram a surgir na internet.

Um desses testes foi realizado pelo revisor ExtremePlayer, bastante conhecido por testar diversos componentes de hardware. Segundo o que ele divulgou, o processador terá velocidades de clock mais altas que o antecessor e o dobro de E-cores, aumentando o desempenho geral.

No entanto, como o equipamento ainda usa a tecnologia Intel 7, essas vantagens poderão exigir muito mais energia do que o normal, além de ter um resfriamento complicado – assim como a linha Alder Lake.

Os resultados indicam um processador que consegue chegar a um clock de 5,5 GHz quando em modo turbo em todos os núcleos e 5,8 GHz quando apenas dois núcleos são usados. Para comparação, isso é 300 MHz a mais que o i9-12900KS.

Na questão do consumo de energia, ExtremePlayer viu o processador requisitar mais de 400W para funcionar.

Os testes sintéticos ainda apontam um aumento de 10% no desempenho no quesito single-thread quando comparado com o modelo da geração anterior. Na parte multi, o aumento foi de até 35%.

O desempenho de jogos também foi testado usando 32 GB de memória DDR5-6400 e uma RTX 3090 Ti. Quando usado em 1080p, o processador Raptor Lake mostrou desempenho de quadros 28% melhor quando comparado com o i9-12900KS.

Ainda não se sabe exatamente quando a nova linha de processadores da Intel chega ao mercado. No entanto, acredita-se que, como citado, isso ocorra em outubro.

Via: TechSpot

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.