Imagem: Shutterstock

Muitos usuários de smartphones se deparam todos os dias com várias chamadas vindas de números desconhecidos e que, quando atendidas, as ligações simplesmente ficam mudas e caem. Em uma decisão recente da Anatel, esse tipo de prática será proibida.

Comumente conhecido como robocall, essas ligações são usadas por serviços para saber se uma pessoa real utiliza aquele número — a tática permite que, posteriormente, ela se transforme em um cliente potencial para receber ofertas de serviços.

A partir desta segunda-feira (6), alguns prazos começam a valer e deve obrigar as empresas a se adequarem às novas normas. Esse é o caso, por exemplo, do tempo para que uma lista contendo todas as empresas que, nos últimos 30 dias, fizeram mais de 100 mil chamadas do tipo com duração de até 3 segundos, seja enviada à Anatel.

Ligações indesejadas são bloqueadas no celular, como mostra a imagem com uma chamada sendo bloqueada

Imagem: r.classen/shutterstock.com

Em seguida, contando duas semanas, as companhias que utilizam a prática devem apresentar soluções para mudar a abordagem. Por fim, em um mês, quem estiver mantendo as chamadas com até três segundos será bloqueado.

As 100 mil chamadas citadas acima são apenas uma média, já que não há nenhuma lei ou parâmetro que estabeleça quando essa prática começa a se tornar abusiva. De qualquer forma, esse é um passo importante para que os usuários possam ter mais tranquilidade em relação ao telemarketing.

“Estamos falando na medida mais dura que a agência já tomou nessa questão, porque vemos como é fundamental o uso adequado das redes, do serviço, algo que cabe à Anatel preservar”, disse Abrasão Silva, superintendente da Anatel.

 

Via: Convergência Digital

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.