Ninguém quer ficar à sombra do TikTok. Desta vez, o YouTube se prepara para lançar uma versão para concorrer com o aplicativo chinês de vídeos curtos que continua bombando em todo o mundo. Nesta quarta-feira (17), o diretor de produtos do YouTube, Neal Mohan, anunciou a chegada do Shorts, por enquanto apenas nos Estados Unidos, a partir de março.

Na Índia, onde o Shorts já está em teste há alguns meses, o recurso é um sucesso. Segundo Mohan, desde dezembro, “o número de canais indianos que usam ferramentas de criação de Shorts mais do que triplicou, e o player do YouTube Shorts agora está recebendo mais de 3,5 bilhões de visualizações diárias em todo o mundo”.

YouTube Shorts

YouTube vai ampliar o alcance do Shorts, ferramenta de vídeos curtos, para concorrer com o TikTok – Imagem: reprodução/YouTube

A febre dos vídeos curtos

Informações de que o YouTube trabalhava em uma plataforma para concorrer diretamente com o TikTok surgiram em abril de 2020, mas foi só em setembro que o Shorts foi finalmente lançando na Índia. Enquanto isso, outros players não perderam tempo; o Instagram, por exemplo, lançou o Reels não muito antes para entrar na briga pela audiência dos vídeos curtos com o TikTok.

TikTok

Surfando a onda do TikTok

Em novembro de 2020, com picos consecutivos de crescimento, o TikTok triplicou a base de usuários que tinha em 2018. Agora, em 2021, a previsão é que a plataforma da ByteDance ultrapasse a marca de 1 bilhão de usuários ativos por mês novamente.

novidades além do YouTube Shorts

Os números são mais do que suficientes para explicar a ânsia do YouTube pela rápida disseminação do Shorts. Mohan também aproveitou o texto em seu blog para anunciar novos recursos de monetização, incluindo os “aplausos”, que permitirão aos fãs comprar uma animação de palmas que aparece no topo do vídeo. A cada aplauso comprado, os criadores recebem uma porcentagem da receita.

Não para por aí; sim, tem mais! O YouTube também está testando uma nova versão beta do que estão chamando de uma “nova experiência de compra integrada” que será lançada ainda este ano. A ideia é que as pessoas possam comprar diretamente a partir dos vídeos publicados na plataforma.

YouTube

Por fim, a equipe do YouTube também está expandindo o recurso “capítulos”, que adiciona carimbos de data / hora específicos aos vídeos. Em breve, eles serão adicionados automaticamente a vídeos relevantes.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *