Nesta quarta-feira (13), a Ubisoft informou o adiamento do teste fechado de Ghost Recon Frontline. O anúncio foi revelado pelo perfil oficial do game no Twitter, sem detalhar o motivo da prorrogação.

“Decidimos que é melhor adiar o Teste Fechado de Tom Clancy’s Ghost Recon Frontline. A equipe de desenvolvimento está dedicada a criar a melhor experiência possível”, informou a publicação.

“Compartilharemos detalhes sobre a nova data para o Teste Fechado assim que possível. Obrigado por seu apoio contínuo”, finalizou o post.

A empresa não revelou o real motivo do adiamento, mas é quase certo que a medida foi adotada pelas críticas da comunidade. Não à toa, o trailer de Ghost Recon Frontline no YouTube atualmente conta com 4,9 mil likes e 18 mil dislikes.

Para alguns, o game está longe de um “retorno às raízes” da franquia Ghost Recon. Já outros afirmam que a Ubisoft ignorou os pedidos dos fãs para um novo Splinter Cell e resolveu criar um título “que ninguém pediu” e que poderia ser apenas “um modo de jogo”.

Ghost Recon Frontline

Críticas à parte, Ghost Recon Frontline será um battle royale gratuito, de FPS, que colocará mais de 100 jogadores — em grupos formados por três integrantes — em embates estratégicos no mapa Drakemoor Island.

O título promete trazer um amplo conjunto de ferramentas de suporte tático para que os jogadores possam ter liberdade estratégica para vencer seus oponentes.

O game, que chegará para PC, Xbox One, Xbox Series X/S, PS4 e PS5, ainda não tem uma data de lançamento oficial. E tendo em vista o adiamento do Teste Fechado, a previsão de estreia do jogo fica ainda mais incerta — e talvez comprometida.

Fonte: Video Games Chronicle

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *