Imagem: Disney/Reprodução

A atriz Scarlett Johansson entrou com um processo contra o desenvolvedor de aplicativos de inteligência artificial (IA) por usar sua imagem em um anúncio.

De acordo com a Variety, a atriz não deu seu consentimento para aparecer no comercial de 22 segundos para promover um editor de imagens de IA chamado Lisa AI: 90s Yearbook & Avatar.

O que mais chama a atenção é que a propaganda parece ter usado a voz e o rosto de Johansson gerados por inteligência artificial para a divulgação.

É possível, inclusive, ouvir a voz da atriz recomendando o app. Para isso, eles usaram um clipe dos bastidores de Viúva Negra e emendaram com o que foi gerado.

No fim, em letras pequenas, há um aviso de que as “imagens foram produzidas usando o Lisa AI. Não tem nada a ver com esta pessoa”.

Mesmo assim, o advogado de Johansson, Kevin Yorn, disse que “não encaramos essas coisas levianamente. Seguindo nosso curso de ação habitual nestas circunstâncias, lidaremos com isso com todos os recursos legais que tivermos”.

Uso de inteligência artificial para enganar consumidores

Ilustração mostra uma mão robótica segurando um desenho escrito "IA"

Imagem: Deemerwha studio/Shutterstock

Essa é uma área incerta de crimes, já que regulamentações para esses casos ainda não foram estabelecidas. De qualquer forma, isso parece ser algo sem precedentes, que deve estar cada vez mais presente.

Em outro caso recente, o ator Tom Hanks usou suas redes sociais para avisar os fãs que uma versão de inteligência artificial de suas imagens está sendo usada para vender produtos de forma fraudulenta.

Via: Engadget

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments