Apesar de não ser uma tecnologia que acompanha os consoles mais recentes da Microsoft, o Kinect teve sua parcela de sucesso quando saiu para o Xbox 360. Depois de um tempo, o dispositivo começou a ser usado apenas em jogos de dança, como os da série “Just Dance”.

Eis que, agora, após ser descontinuado, o Kinect passou a ser usado para um novo – e assustador – fim. O programa H3 Podcast, junto de Linda, do “The Ghost Hunter”, decidiu explorar um dos lugares mais “assombrados” da América, construído sobre um antigo cemitério.

A questão é que Linda usa uma versão modificada do Kinect para rastrear aparições fantasmagóricas. Ela explica que o dispositivo tem a capacidade de rastrear “figuras esqueléticas que não existem”. Isso quer dizer que fantasmas podem ser capturados.

Explicando de forma lógica, pode ser que corpos invisíveis capturados pelo aparelho possam ser resultado de uma falha no algoritmo do Kinect – algo bastante comum, principalmente na primeira versão do periférico.

É interessante notar que é justamente essa variante que Linda usa. Pode ser que o sistema tenha sido mudado para o lançamento da segunda versão ou até mesmo para o Azure Kinect, o que impossibilitaria sua utilização. Entretanto, não há como saber o motivo pelo qual ela prefere o primeiro aparelho.

Desde que foi descontinuado para os consoles, o dispositivo é utilizado como uma tecnologia complementar para diversas tecnologias, como o HoloLens. No entanto, talvez, a utilização mais inusitada do periférico seja a de caçar fantasmas.

Via: Windows Central

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *