US$ 3,5 milhões (ou R$ 19,3 milhões, em conversão direta). Este basicamente foi o prejuízo do youtuber Logan Paul, que gastou a “bolada” pensando que teria adquirido cartas de Pokémon da primeira edição. O título da nota talvez tenha antecipado que o produto, na verdade, não era bem o que ele estava esperando.

Entenda o caso do youtuber

Antes de saber dos desdobramentos é importante voltar no tempo para relembrar o caso. Para quem não está a par dos acontecimentos, o produtor de conteúdo e boxeador Logan Paul foi às redes sociais em dezembro de 2021 para revelar que tinha gastado US$ 3,5 milhões em cards antigos de Pokémon.

O problema é que, logo após a publicação do youtuber, a comunidade compilou uma série de evidências que apontavam para um produto falsificado. Entre as pistas apontadas estavam discrepâncias no código de barras da caixa, fontes estranhas e até mesmo o espaçamento do texto na fita que veda o material.

Após se inteirar do assunto e ser alvo de uma série de matérias especulativas na imprensa internacional, Logan Paul decidiu que iria voar até Chicago para validar a caixa mais uma vez — mas pessoalmente — com a empresa que atestou a legitimidade do produto.

Mal sabia ele da decepção que estaria por vir.

Menos Pokémon, mais G.I Joe

Após chegar em Chicago para verificar o produto, o youtuber acabou confirmando que, de fato, foi enganado. Em vídeo publicado na última quinta-feira (13), Paul revelou que, embora as caixas estivessem lacradas, o conteúdo não era os tais cards de Pokémon, mas sim, cartas do “herói” americano G.I Joe.

“É tão triste para todas as partes envolvidas”, disse o youtuber após saber da notícia. “É triste para a comunidade Pokémon, como quantas coisas fraudulentas existem por aí. Sou grato pelas coisas que tenho agora que são reais”, completou, acrescentando que foi enganado — mas em palavras um pouco diferentes.

Fim da história: um baita prejuízo e cartas que não devem fazer tanta diferença na vida de Paul. É incerto se o youtuber vai buscar alguma forma de recuperar o dinheiro perdido — e nem é certo se existe uma possibilidade disso —, mas fato é que ele parece estar conformado com o golpe.

Que fique de lição para outros colecionadores encontrarem alternativas de comprovação quando alguma outra compra robusta como essa for considerada.

Via: Kotaku

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *