O Yahoo! China deixou de funcionar nesta segunda-feia, 1º de novembro. A empresa anunciou a saída do país justificando estar preocupada com “desafios” locais.

Apesar de não dizer exatamente quais seriam os problemas locais que enfrentaria, o anúncio do Yahoo! veio logo depois da nova lei de proteção de dados chinesa. A legislação é comparada à da Europa (GDPR) em suas características mais restritivas.

A lei limita os dados que empresas de informação podem coletar e determina padrões de armazenamento. Estipula ainda que as empresas operando no país devam entregar os dados caso sejam requisitados pelas autoridades.

A saída do Yahoo! da China acontece menos de um mês depois do Linkedin, rede profissional que pertence à Microsoft, anunciar que deixaria de operar no país. Até mesmo game Fortnite deixará o país a partir de 15 de novembro.

Yahoo para de funcionar na China

Aplicativo inJobs substituirá o LinkedIn na China – Imagem: divulgação

China perdeu várias empresas de tecnologia

Os usuários do Yahoo! na China receberam um comunicado de que seus serviços não estariam mais disponíveis. Aplicativos como o Yahoo! Tempo já avisavam desde outubro que parariam de funcionar em novembro.

A empresa já teve problemas anteriormente na China. Em 2007, forneceu às autoridades chinesas dados de dois dissidentes políticos, que foram presos em seguida. Na época, o Yahoo! foi criticado nos EUA por tomar partido do governo chinês.

Yahoo! na China

Nos últimos anos, o Yahoo! começou a diminuir suas operações na China. Em 2015, fechou o escritório em Pequim. Boa parte dos serviços já haviam sido bloqueados no país. Facebook e Google também são bloqueados na China.

Para acessar a maioria dos sites comerciais os chineses usam VPNs (Virtual Private Networks). Assim, conseguem contornar os bloqueios do governo.

Fonte: Cnet

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *