Está confirmado: a linha “Mi” da Xiaomi vai ficar no passado. Não, ela não vai ser descontinuada. Na verdade, a marca chinesa vai substituir a nomenclatura por “Xiaomi”, o que significa que o próximo smartphone da companhia deverá ter o nome de “Xiaomi 12” ao invés de “Mi 12”.

A informação acaba de ser confirmada pela própria empresa, em nota enviada ao portal XDA Developers. Além de alterar o nome de todos os produtos da linha “Mi”, a Xiaomi confirmou que a mudança de nomenclatura também será aplicada ao ecossistema e produtos IoT (internet das coisas) da companhia ao longo do tempo.

“A partir do terceiro trimestre de 2021, a série de produtos ‘Mi’ da Xiaomi será renomeada para ‘Xiaomi’. Essa mudança unificará nossa presença global de marca e fechará a lacuna de percepção entre a marca e seus produtos. Essa alteração pode levar algum tempo para entrar em vigor em todas as regiões”, revelou o comunicado.

Mudança estratégica da Xiaomi

Como informado no texto da chinesa, a mudança de nomenclatura em seus produtos globais deve trazer uma nova sinergia de marca em todo o mundo. Isso porque diversos produtos da companhia na China não contam com a linha Mi, o que indica internacionalizar uma estratégia já adotada em seu país de origem.

Vale lembrar que há apenas algumas semanas, a companhia lançou o seu novo smartphone, o Mix 4. O anúncio foi recebido com certa surpresa pelo fato da marca “Mi” não ter aparecido, e tudo indica que este será o futuro dos produtos da empresa daqui pra frente.

Ilustração do smartphone Xiaomi Mix 4

Smartphone foi lançado sem a marca “Mi” característica da empresa chinesa. Divulgação: Xiaomi

A alteração também representa uma grande mudança para a companhia, já que o “Mi” esteve presente desde o lançamento do Mi 1, em 2011. No passado, o cofundador da chinesa, Lei Jun, comentou certa vez que “Mi” significa duas coisas: “internet móvel” e “missão impossível”. O primeiro seria o foco do produto da empresa e o segundo seria referente às ambições da companhia.

Mas tendo em vista que em julho deste ano a Xiaomi ultrapassou a Apple e tornou-se a segunda maior fabricante de celulares do mundo, a nomenclatura Mi talvez não faça mais jus ao atual cenário da companhia, já que a “missão impossível” de crescer em um mercado dominado por Apple e Samsung tornou-se mais que realidade.

Fonte: Android Authority

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *