O Windows 11, de acordo com rumores, está previsto para ser lançado em outubro deste ano e cada vez mais surgem novidades referentes ao mesmo. Já uma decisão da Microsoft em mudar a forma de definir apps padrões pode dificultar a vida de quem não usa o Edge.

No caso do Windows 10, após instalar um navegador e abrir um link, o próprio sistema, na maioria das vezes, oferecia a opção de alterar o navegador padrão. Caso isso não fosse feito, nas “Configurações” de “Aplicativos padrão”, como mostra a imagem abaixo, o browser principal poderia ser alterado de maneira relativamente fácil.

Windows 10 - trocar navegador padrão

Já no Windows 11, a Microsoft decidiu aplicar a mudança de “aplicativos padrão” para o tipo de arquivo, ou seja, de acordo com a extensão dos mesmos. Desta forma, no caso de arquivos que podem ser abertos com os navegadores, os usuários precisam alterar uma série de configurações para que tudo possa abrir no seu browser favorito.

Windows 11 - trocar navegador padrão

Reprodução: Tom Warren/The Verge

Como mostra a imagem acima obtida pelo The Verge, a Microsoft ainda coloca uma mensagem para incentivar os usuários a continuarem usando o seu navegador.

Empresas de navegadores rivais não gostaram da mudança do Windows 11

Procuradas pelo The Verge para comentar sobre o caso, a Mozilla e a Opera, empresas que desenvolvem outros navegadores, não gostaram da mudança imposta pela Microsoft. Não apenas eles, o desenvolvedor do Vivaldi até chegou a comentar que cada versão lançada do Windows torna a tarefa de trocar o navegador padrão mais difícil.

Apesar deste caso ter começado a tomar repercussão, o Windows 11 não é o primeiro sistema a ser alvo de críticas por fazer os usuários usarem um navegador da Microsoft. Em 2015, a Mozilla há havia publicado um comunicado em seu site fazendo reclamações do tópico.

Já indo até mais além, no começo dos anos 90, a Microsoft se viu envolvida em um processo antitruste que durou aproximadamente 13 anos por PCs vendidos com o Windows estarem com o Internet Explorer pré-instalado em vez do Netscape Navigator, outro navegador popular da época.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *