Discordar do universo NFT pode ser compreensível, mas negar seu sucesso seria um grande erro. Até porque o volume de negociações em tokens não fungíveis explodiu no terceiro trimestre deste ano e cresceu 704% em comparação com os três meses anteriores, segundo um novo relatório da DappRadar.

Essa alta surpreendente fez com que as NFTs registrassem US$ 10,7 bilhões (aproximadamente R$ 58,4 bilhões, em conversão direta) em volume de negócios no período de julho a setembro. Para efeitos comparativos, a contagem estava abaixo dos US$ 2 bilhões (R$ 11 bilhões) no segundo trimestre de 2021.

“Febre” dos jogos NFT

De acordo com o relatório, muito desse crescimento veio de jogos populares baseados em blockchain que utilizam colecionáveis em tokens não fungíveis — como Axie Infinity e Splinterlands, por exemplo —, os populares “play-to-earn” (“jogar para ganhar”, em tradução livre).

Ilustração do jogo Axie Infinity

Axie Infinity quebrou a marca dos 1,5 milhão de usuários ativos ao longo do trimestre. Divulgação: Axie Infinity

A ideia é bem similar ao comércio de itens e skins em jogos mais antigos, mas agora com “selos” em blockhain. Em jogos como Tibia ou Ragnarok, itens raríssimos podiam ser vendidos a preços inimagináveis. Nos play-to-earn, cada personagem NFT torna-se único e pode ser comercializado no universo de criptomoedas por uma boa grana.

Logo, a ideia de jogar para ganhar tem sido um atrativo para movimentar o ainda desconhecido universo NFT. Mas além do alto número de usuários ativos, o relatório também considerou a alta de carteiras ativas exclusivas destes jogos: 754 mil novas carteiras por dia durante o terceiro trimestre — aumento de 140% em relação ao trimestre anterior.

Arte segue em alta

Sem contar os jogos, o mercado artístico também foi um grande impulsionador para o cenário de tokens não fungíveis. A maior coleção NFT vendida no terceiro trimestre (“Ringers 879”), por exemplo, foi arrematada por cerca de 1.800 ethers, o que equivale a US$ 5,7 milhões ou R$ 35 milhões.

Arte NFT Ringers 879

Arte NFT Ringers 879. Reprodução: OpenSea

Uma outra imagem intitulada de “Some A – hole” foi adquirida em setembro pelo famoso rapper Snoop Dogg por US$ 3,9 milhões. A obra certamente ajudou para que a média de capitalização de mercado NFT, medida pelas 100 grandes coleções, alcançasse a casa dos US$ 14,2 bilhões.

A julgar pelo crescimento do mercado e pelos novos projetos que são vistos a cada dia — seja da imagem de um meme ou mesmo de uma arte digitalizada de uma pedra —, a tendência é que o mercado NFT cresça ainda mais no futuro próximo. Quem não ficar atento, pode estar perdendo uma boa oportunidade.

Fonte: Markets Insider

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *