A China segue firme em sua cruzada para limitar o acesso de crianças e jovens a jogos, serviços e aplicativos que os distraiam de atividades “mais nobres”. Por pressão do governo chinês, a versão local do TikTok, chamada Douyin, implementou um filtro que só permite seu uso por 40 minutos diários para pessoas com menos de 14 anos.

Os detalhes da nova restrição do app foram divulgados pela própria criadora de ambos os aplicativos de vídeo, a ByteDance, e seguem a mesma linha das limitações que foram implementadas para os jogos na região.

Limitando o uso do TikTok chinês

Nas últimas semanas, a empresa, com o aval das autoridades, tem incentivado jovens e pais a completarem um processo de autenticação que atribui nome real e idade aos usuários de boa parte dos serviços online presentes no país.

É exatamente esse sistema que permite que a ByteDance implemente as novas regras de restrição do Douyin. Para internautas abaixo dos 14 anos, o TikTok chinês restringe o uso a apenas 40 minutos por dia e somente entre 6h da manhã e 10h da noite.

Adicionalmente, a companhia adicionou ao app um chamado “modo jovem” que vai oferecer conteúdo voltado especificamente para esse público, com vídeos mais educativos e culturais.

Entre os temas explorados por essa modalidade estão visitas virtuais a galerias de arte e museus, explicações sobre acontecimentos históricos, experimentos científicos divertidos e muito mais.

Fonte: The Verge

Comentários

1

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Pedro Armindo Pinto
    25 de setembro de 2021 - 20:43

    Esse é o tipo de coisa que você definitivamente não compartilha na Internet toda.