Surpreendendo até os mais otimistas, apesar da escassez mundial de semicondutores, as vendas de PCs cresceram 15% em 2021 em comparação com o ano anterior. Segundo relatório da Canalys, foram vendidas 341 milhões de unidades ao longo do ano.

Se não bastasse, é o melhor resultado da indústria desde 2012. “Para o mercado registrar um crescimento de dois dígitos sobre um impressionante 2020, apesar da constante nuvem de restrições de oferta, fala muito sobre a forte demanda de PCs nos últimos 12 meses”, avalia o analista sênior Ishan Dutt.

Vendas de PCs em 2021

Imagem: Canalys

Entre as marcas, outra surpresa. A Lenovo, com 24,1% de participação de mercado, é a nova líder do segmento. A HP aparece em segundo lugar, com uma fatia de 21,7%. Em terceiro, a Dell tem 17,4%.

A Apple fica em quarto lugar, com 8,5% de participação no mercado global de PCs. Ainda assim, a gigante de Cupertino foi a que registrou o maior crescimento ano a ano: 28,3%. Será que pode surgir uma reviravolta no mercado?

iMac

Imagem: N.Tho.Duc / Unsplash

Falando ainda sobre crescimento, a Acer seguiu a Apple, com 21,8%; no enquanto, a marca fica em quinto lugar com apenas 7,1% de participação de mercado.

Apesar da escassez de chips, vendas de PCs crescem 15% em 2021

Imagem: reprodução

Como você viu aqui no TecMasters, a escassez de chips deve continuar este ano e provavelmente perdurar até 2023 ainda. Ainda assim, a Canalys acredita que este será mais um ano forte de vendas de PCs.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *