Apesar de suas vendas terem sido iniciadas há alguns poucos dias, o Pixel 6 já pode ter um sucessor no horizonte. Pelo menos é o que mostra um vazamento a respeito do celular, que não só traz pistas de um possível Pixel 7, como mostra que a Google pode estar trabalhando em um novo chip Tensor.

Essa descoberta foi feita pelo jornalista Mishaal Rahman, que foi ao Twitter para compartilhar um pouco das informações encontradas dentro do código do próprio Androidsistema operacional mobile da Google.

Pixel 7 à caminho?

Segundo Rahman, partindo do princípio que o chipset Tensor, criado para a linha de celulares Pixel 6, é identificado na plataforma como “GS101”, a menção no sistema a um “GS201” é a prova de que a segunda geração do SoC existe em algum estágio.

A verdade é que não seria uma surpresa que a Gigante das Buscas já estivesse trabalhando no novo hardware, uma vez que o processo de desenvolvimento e testes desse tipo de componente leva um bom tempo.

O grande aprendizado aqui é que, ao trabalhar tão cedo em um possível Tensor 2, a Google mostra que realmente vai apostar no chip e em suas capacidades de inteligência artificial, mesmo que o desempenho bruto ainda esteja aquém das soluções da Qualcomm, Samsung e Apple.

Ao mesmo tempo, outro leak traz referências a “Cloudripper” no código de apps embarcados no Pixel 6. O codinome pode ter a ver com um protótipo inicial da placa usada como base para a produção do futuro Pixel 7, reforçando os rumores sobre o novo aparelho da marca.

Fonte: TechRadar

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *