Imagem: Nasa

Mais de um mês sem internet em todo o país, essa é a perspectiva da ilha de Tonga, país no Pacífico Sul que passou por uma tragédia natural no início do mês. O anúncio foi feito pelo Ministério de Assuntos Exteriores da Nova Zelândia, um país da região solidário, conforme a BBC.

O cabo submarino de fibra óptica que fornece internet ao país tem cerca de 827 km. A força da explosão do vulcão pode ainda ter mudado a posição do cabo, que está instável.

O país tem 110.000 habitantes e está sem conexão de banda larga para seus cidadãos. Uma conexão de 2G foi estabelecida com ajuda de uma antena satélite da Universidade do Pacífico Sul.

Ligações telefônicas já estão de volta a Tonga

A operadora de telefonia local, Digicel, restaurou as linhas de telefone, incluindo ligações internacionais. O navio que reparará o cabo chama-se Confiança (SC Reliance) e a empresa responsável é a Southern Cross Cable. O diretor de relações públicas da Digicel, Satish Narain, afirmou que “o Confiança fará uma avaliação e começará os reparos. Há 2 pontos de avaria no cabo submarino. Quando todas forem consertadas, a conectividade no país voltará”.

Atualmente, apenas um cabo liga Tonga ao resto do mundo com conexão banda larga de fibra óptica. O vulcão Hunga-Tonga Hunga-Ha’apai entrou em erupção em 14 de janeiro. Foi uma das maiores erupções dos últimos tempos e a devastação atingiu toda a ilha.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.