A Tesla, que após a venda de 100 mil carros para a locadora Hertz atingiu valor de mercado de 1 trilhão de dólares, anunciou a abertura de um novo centro de pesquisa e desenvolvimento em Xangai, onde a empresa já mantém uma fábrica gigantesca.

Desde o lançamento, a fábrica da montadora na China é um sucesso. Atualmente, é a maior planta da empresa em volume de produção. Agora, a ideia reuniu tudo dentro da tal “gigafactory” – além da manufatura, aproveitar os talentos internos para pesquisas e desenvolvimento.

Fachada da fabricante de carros elétricos Tesla

Foto: Craig Adderley/Pexels

A ideia surgiu no início do ano passado, quando a Tesla revelou planos de criar um novo centro de P&D na China para construir um carro elétrico “no estilo chinês”. A montadora divulgou um vídeo sobre a conclusão do novo centro na fábrica de Xangai.

“Será a primeira vez que a Tesla no exterior tem todas as suas funções de engenharia em uma instalação. Firmware de veículos, softwares, engenharia de veículos, manufatura, bem como materiais, design elétrico e mecânico aqui mesmo”, comentou Lars Movary, chefe de engenharia de veículos da montadora.

Tesla Bot

O vídeo ainda mostra imagens do robô humanoide anunciado recentemente pela empresa, o que dá a entender que – talvez – ele também seja desenvolvido na fábrica de Xangai.

Características do novo robô da Tesla

Imagem: reprodução

Antes disso, no curto prazo, a nova engenharia da companhia na China vai se concentrar no desenvolvimento de um carro elétrico acessível, de até de US$ 25.000, para lançar nos próximos anos.

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *