Reprodução: Tesla

Conhecida mundialmente por fabricar veículos elétricos (EVs) de ponta, a Tesla, em breve, deverá ser associada a uma nova tecnologia futurista: robôs.

Nesta quinta-feira (19), a montadora do bilionário Elon Musk revelou que está trabalhando no Tesla Bot, uma máquina humanoide que promete “eliminar os trabalhos perigosos, repetitivos ou chatos”. Inclusive, a apresentação contou até com um dançarino disfarçado do robô, que aproveitou para dar seu show à parte.

O robô será executado em um sistema de inteligência artificial (IA) bem semelhante ao Autopilot, a plataforma de direção semi-autônoma dos carros da Tesla. Aliás, a máquina não é vista como uma super novidade para a companhia, já que os próprios veículos da montadora são considerados verdadeiros robôs sobre rodas.

“Basicamente, se você pensar sobre o que estamos fazendo agora com os carros, a Tesla é indiscutivelmente a maior empresa de robótica do mundo porque nossos carros são como robôs semi-sencientes sobre rodas”, afirmou Musk no dia inaugural de IA da montadora.

Imagem do Tesla Bot

Robô utiliza sistema parecido com os utilizados em EVs da montadora. Reprodução: Tesla

Prazer, Tesla Bot

Com 1,76m de altura, apenas 56 quilos — muito em função dos materiais leves usados em sua composição — e com um monitor capaz de exibir informações importantes em seu rosto, o Tesla Bot foi projetado para realizar diversas tarefas perigosas ou repetitivas para o ser humano, mas sem a necessidade de receber instruções passo a passo.

Características do novo robô da Tesla

Características do novo robô humanóide da montadora de Elon Musk. Reprodução: Tesla

Além disso, segundo Musk, a máquina será capaz de fazer tarefas mais simples como parafusar um carro com uma chave inglesa, receber encomendas para seus proprietários ou mesmo realizar outras tarefas servis.

E para quem tem medo de uma possível “revolta robótica”, o robô foi planejado para ser lento (5 milhas por hora) e fraco (aguenta somente 20 kg), de modo que seja facilmente dominado pelos seres humanos. O CEO da fabricante garante ainda que a máquina será amigável.

Infelizmente (para os mais ansiosos), um protótipo pronto do Tesla Bot deve ficar pronto apenas no próximo ano. Mas a boa notícia é que, em um futuro próximo, a tecnologia poderá ter impactos significativos na economia, tornando os trabalhos físicos uma questão de escolha — e dinheiro, é claro.

“No longo prazo, acho que deve haver uma renda básica universal”, projetou Musk. “Mas não agora porque o robô não funciona”, completou.

Fonte: Engadget/TechCrunch

Comentários

2

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Vitor Cruz
    20 de agosto de 2021 - 15:07

    Bom dia! Ótimo artigo.

    Uma pequena sugestão:

    No parágrafo 7, onde são citadas algumas especificações, há uma informação sobre a velocidade do robô ser de “5 metros por hora”.

    Creio que haja um pequeno erro aí. Não seriam 5 quilômetros por hora ou 5 metros por minuto? Imagino que 5 metros por minuto seja praticamente a velocidade de uma lesma ;D

    Só achei um pouco estranho mesmo, e peço desculpas caso a informação esteja, de fato, correta.

    Agradeço pela atenção!

    • Igor Shimabukuro
      20 de agosto de 2021 - 15:37

      Vitor, boa tarde! Tudo bem? De fato, o correto seria 5 milhas por minuto e não 5 metros por minuto.

      Agradecemos o apontamento e já fizemos a correção.

      Obrigado por acompanhar nosso blog!