Imagem: testing/shutterstock.com

Todos os dias, milhões de avisos de direitos autorais são enviados para tentar remover conteúdo pirata disponível na internet. Essa é, sem dúvidas, uma luta constante. No entanto, isso não ajuda quando uma empresa sinaliza como pirataria um conteúdo próprio.

Isso porque a Sony Pictures Network India enviou ao Google um pedido de remoção de 34 URLs da plataforma Sony Liv, que é um streaming de propriedade da própria empresa.

Os avisos foram enviados em nome de uma organização antipirataria chamada Markscan. A questão é que o portal não é pirata e não apresenta conteúdo que viola as diretrizes da empresa. Ainda não está claro porque a ação tem como alvo um serviço licenciado de propriedade da companhia.

Outros avisos para a plataforma da Sony

Sony no evento CES

Divulgação: Sony

No entanto, essa não é a primeira indicação de conteúdo pirata na plataforma Liv. Recentemente, outros detentores de direitos autorais indicaram o streaming como violador de direitos autorais.

Felizmente, o Google barrou a maioria das reivindicações e identificou como erro. Mesmo assim, algumas solicitações foram aceitas e as URLs removidas. No entanto, isso pode ser uma forma da Sony de querer verificar de perto como estão seus esforços de remoção.

Essa iniciativa é, de certa forma, comum na indústria, já que algumas outras empresas enviaram solicitações do tipo para produtos próprios. Isso inclui a Warner Bros. e a Walt Disney.

Via: TorrentFreak

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.