(Imagem: Kevin Ku/Unsplash)

A Solana, uma carteira de criptomoedas que vem ganhando popularidade entre os entusiastas do setor, admitiu no Twitter que sofreu um ataque hacker que drenou cerca de 8 mil de suas carteiras, causando um prejuízo de aproximadamente US$ 8 milhões (R$ 42,46 milhões) dividido entre seus usuários, segundo análise da PeckShield.

De acordo com a empresa, o problema afetou apenas as chamadas “carteiras quentes”, ou seja, aquelas que estão constantemente conectadas à internet e realizam transações com maior frequência.

A Solana vem ganhando fama por oferecer transações mais rápidas que o normal, além de trazer diversas ferramentas para desenvolvedores e documentações de cursos para quem quer ingressar no universo do bitcoin e outras criptomoedas.

“Engenheiros de vários ecossistemas, com o auxílio de diversas empresas de segurança, estão investigando a drenagem das carteiras da Solana. Não há nenhuma evidência de que as carteiras físicas tenham sido afetadas”.

A Solana prometeu maiores atualizações conforme elas vão ficando disponíveis, mas ao que tudo indica, a situação não parece ser restrita à ela: Justin Barlow, um dos investidores da empresa, disse também pelo Twitter que sua outra carteira – USDC – também foi drenada. A diferença, no entanto, é que ataques à USDC parecem ser apontados para carteiras sem atividade nos últimos seis meses.

Outras carteiras, como Phantom, Slope, Solflare e TrustWallet, também relataram ataques e drenagens de fundo similares. De acordo com a Solana, a recomendação é que as carteiras afetadas sejam tratadas como “comprometidas” e prontamente abandonadas em favor de carteiras frias (que não promovem um alto volume de transações) ou por tokens físicos (pequenos dispositivos portáteis que carregam o único acesso a uma carteira de criptomoedas).

Mesmo o setor de NFTs apresentou inseguranças: o marketplace Magic Eden, por exemplo, não relatou ataques, mas recomendou que seus usuários revogassem permissões originadas de links suspeitos – como por exemplo compras cuja origem venha de carteiras da Solana.

A natureza dos ataques ainda é desconhecida, então é impossível afirmar agora qual foi o método usado para os roubos. Até o momento, também não houve qualquer manifestação de autoria, então não se pode afirmar que algum coletivo hacker tenha feito a ação em busca de uma agenda maior.

Via Solana | PeckShield

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.