Desde que foi adotado, o App Tracking Transparency da Apple divide opiniões, já que o aplicativo permite que usuários optem por permitir o rastreamento por softwares de terceiros. Agora, um estudo sobre a funcionalidade descobriu que ela é “funcionalmente inútil”.

Publicado pelo Transparency Matters, o estudo testou “dez dos principais aplicativos da App Store para ver se o app consegue interromper o rastreamento. Usando o aplicativo Lockdown Privacy, descobrimos que o App Tracking Transparency não fez diferença no número total de rastreadores de terceiros ativos e teve um impacto mínimo no número total de tentativas de conexão de rastreamento de terceiros”.

“Além disso, confirmamos que dados pessoais ou do dispositivo detalhados estavam sendo enviados aos rastreadores em quase todos os casos. O aplicativo foi funcionalmente inútil para interromper o rastreamento de terceiros, mesmo quando os usuários decidem não compartilhar sua localização”, continua a empresa.

O estudo, que pode ser lido na íntegra aqui, teve um resultado bastante contrário às expectativas. “Quando se trata de interromper rastreadores de terceiros, o App Tracking Transparency é um fracasso”, descreve o documento.

A questão é que o grupo afirma que o recurso é baseado em um sistema que acredita na boa índole dos desenvolvedores de aplicativos para que cumpram com sua palavra e deixem de rastrear os usuários.

A reivindicação do grupo é que a Apple assuma uma postura mais dura em relação aos rastreadores e avisem seus usuários que essas falhas podem ocorrer.

Em resposta às acusações, a Apple afirma que “acredita que o rastreamento deve ser transparente para os usuários e sob seu controle. Se descobrirmos que um desenvolvedor não está horando a escolha do usuário, trabalharemos com o desenvolvedor para resolver o problema ou eles serão removidos da App Store”.

Via: Imore

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *