Imagem: Shutterstock/Arcansel

Pouco tempo após a Nvidia ter cerca de 1 TB de dados interceptados por um grupo de cibercriminosos, a Samsung foi alvo de um tipo de ataque semelhante. O detalhe? Os mesmos invasores são responsáveis por ambos os casos.

Samsung com dados expostos

A notícia já foi confirmada em comunicado pela Samsung, que diz estar investigando o caso e que ainda não recebeu nenhum pedido de “resgate” pelos 190 GB de dados que, supostamente, foram acessados e roubados pelos malfeitores.

Os primeiros rumores a respeito do ciberataque, no entanto, vieram do próprio grupo que, recentemente, vazou informações confidenciais da Nvidia – como o código-fonte da tecnologia DLSS e supostas configurações das GPUs da linha RTX 40.

Há alguns dias, o grupo Lapsus$ deu indícios de que revelaria parte do material roubado na invasão à Samsung. O vazamento veio na forma de capturas de tela que, supostamente, mostram um repositório de arquivos e projetos da companhia sul-coreana.

Samsung dados

Imagem: Bleeping Computer

Na compilação de diretórios é possível ver o código fonte de todos os aplicativos de confiança da Samsung, algoritmos para desbloqueio biométrico em seus dispositivos, códigos de inicialização de aparelhos recentes da marca, informações dos servidores de ativação da empresa e até mesmo um código-fonte confidencial relacionado à Qualcomm.

Ao que parece, agora o material completo já está circulando via torrent pela internet, dividido em 3 partes compactadas. Com isso, é muito provável que não só tenhamos atualizações oficiais sobre o caso, como também que mais informações sensíveis a respeito da companhia sejam reveladas pelos cibercriminosos nos próximos dias.

Dados

Imagem: Bleeping Computer

Via: Wccftech

Comentários

0

Please give us your valuable comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.